BrasilCulturaPortugalTurismo

Brasil Junino – Anarriê!

Festas Juninas em abril é algo estranho para os ouvidos de um brasileiro: Não se celebram as Festas Juninas em abril, mas sim em Junho! Em Lisboa o Brasil decidiu celebrá-las mais cedo para dar mais cor, dança e sons durante 10 dias. Começou esta sexta-feira passada, dia 7 com as atuações de Os Gonzagas, Lucy Alves, entre outros. E esta sexta, dia 16, vamos ter Elba Ramalho, uma famosa cantora e atriz brasileira.
A ideia da mostra Brasil Junino foi feita após os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro para promover esta tradição brasileira. Para além de Lisboa, este festival vai estar por Madrid, Roma e Paris promovendo os festejos juninos que fazem parte da cultura do nordeste brasileiro com músicas regionais, danças folclóricas e comida típica. Como tradição estes festejos são como os nossos santos populares em Portugal. Celebra-se o São João com muita influência portuguesa nas suas tradições. A música e os instrumentos usados como o cavaquinho, o acordeão, triângulo ou ferrinhos, reco-reco, etc.) estão na base da música tradicional portuguesa, trazida pelos povoadores e, mais tarde, os imigrantes. O mesmo se passa com as roupas: eles de camisa em xadrez, elas de vestidos de chita coloridos, influenciados pelo modo de vestir das pessoas do campo.

Celebrating Brasil Junino in April is something strange to Brazilian’s ears: Juninas Festivities are not in April but in June! In Lisbon, Brazil has decided to celebrate them earlier to give more colour, dancing and sounds for ten days. It has started this Friday, 7th of April with Os Gonzagas, Lucy Alves and many other artists. On this Friday, 16th, we will have Elba Ramalho, a very famous Brazilian singer and actress.
The idea of this festival was made after the Olympic Games in Rio de Janeiro, to promote this Brazilian tradition.  Besides Lisbon, this festival will be present in Madrid, Rome and Paris, promoting the Junin festivities, which are part of the culture from northeastern Brazil with regional music, folklore dances and typical gastronomy. As a tradition, these festivities are like the Popular Saints in Portugal. Sain John is celebrated with many Portuguese influences on its traditions. The music and instruments such as the ‘’cavaquinho’’, accordion and triangle are among the basics of traditional Portuguese music, brought by the settlers and later the immigrants. The same thing with clothes – men wear mostly checkered shirts and women with colourful calico dresses, influenced by the way the country people dressed themselves.

Imagem: Reprodução Nossa Gente
Com o passar do tempo as festas foram ganhando características próprias pelas várias regiões do país, tornando nas mais importantes festividades brasileiras, a seguir ao Carnaval.
Apesar de serem celebradas um pouco por todo o lado, é no Nordeste que estão mais enraizadas. Temos cidades como Campina Grande e Caruaru onde os festejos são mais célebres pelas suas festas e concursos de quadrilhas. Como o mês de junho é aproveitado para agradecer ao santo pelas colheitas, principalmente a do milho, a maioria da gastronomia tradicional durante esse período tem esse alimento como ingrediente principal. Temos Pamonha, curau, milho cozido, canjica, cuzcuz, pipoca, bolo de milho… uma oferta variada para confortar os estômagos!
E dança! A dança mais típica durante os festejos é a quadrilha que nasceu de influência europeia das danças dos salões aristocráticos no século XVIII. Relativamente à sua técnica há um animador que vai pronunciando frases e os participantes, geralmente casais, vão se movimentando de acordo com o que ele dita. Vamos preparar a grande roda! Balancê! Anarriê!

As time went by, these festivities won their own characteristics in every region of the country, becoming the most important Brazilian festival, after the Carnival.
In spite of being celebrated almost everywhere in the country, it is in the region of north east which it is mostly rooted. We have cities like Campo Grande and Caruacu famous for its parties and ‘’quadrilhas’’ competitions. And as the month of June is the time to thank the saint for the crops, mainly corn, the majority os its traditional gastronomy is made with this ingredient.  We have Pamonha, curau, milho cozido, canjica, cuzcuz, pipoca, corn cake… a varied offer to comfort our stomachs!
And dancing! The most typical dance during these festivities is the ‘’quadrilha’’ which was born from European influence, among the aristocratic saloons from the 18th century. In what its technique is concerned, there is a moderator who pronounces some sentences and the participants, mostly couples, move accordingly to what he orders them to do. Let’s get ready the turn! Balancê! Anarriê!

Imagem: Reprodução Viagem.uol.br

Evento: Brasil Junino
Onde: Pavilhão de Portugal
Quando: de 7 a 16 de Abril
Entrada Livre
Mais informação aqui.
E se quiserem saber mais influências culturais e históricas entre Portugal e Brasil, venham fazer o nosso BrasiLX! Mais informação aqui.

Event: Brasil Junino
Where: Pavilhão de Portugal
When: de 7 a 16 de Abril
Free
More info here.
And if you would like to know more about the cultural and historical link between Brazil and Portugal, check our tour BraziLX! More information here.

Previous post

Tito Paris, o filho cabo-verdiano amado por Portugal!

Next post

Cabo Verde aos olhos de José Ribeiro e Castro

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *