DestaqueEducação

Como usar o Enem em Portugal – Conheça as notas de corte 2018/2019

Se você quer saber como usar a nota do ENEM para estudar em Portugal, está no lugar certo.

 

Milhões de estudantes fazem o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) todos os anos e aguardam suas notas para decidir em quais Universidades — nacionais ou internacionais — podem se inscrever, quais tipos de bolsas podem ter acesso e como pode ser pensado o seu futuro académico e profissional.

 

A Conexão fez um levantamento exclusivo sobre como você pode estudar em Portugal usando o Enem 2018. Na grande maioria dos sites você vai encontrar apenas alguns exemplos ou links das Universidades. Nós falamos individualmente com cada Universidade para lhe explicar, uma a uma, como funciona. Veja a sua nota e confira quais Universidades portuguesas você está habilitado a se candidatar.

 

Você vai encontrar procedimentos de incrição, notas de corte e outros. Confira!

 

DIFERENÇAS A SABER

 

Primeiro, é importante saber que não há a expressão “nota de corte” no sentido de nota mínima para entrar na Universidade. O que existe é uma pontuação mínima para que seu resultado no ENEM 2018 seja cogitado a participar da seleção (que varia entre faculdades). De acordo com a quantidade de vagas disponíveis e outros critérios da Universidade, você pode entrar ou não.

 

A escala de notas em Portugal é de 0 a 200, mas a conversão do ENEM nem sempre é simples: algumas propõem fórmulas enquanto outras estabelecem um valor fixo para notas mínimas aceitáveis.

 

Uma terceira diferença é o tipo de estatuto que cada formação tem. Enquanto, no Brasil, o termo “Licenciatura” é usado para cursos que possibilitem dar aulas — Licenciatura em Letras, Licenciatura em História — em Portugal, é usado para todos os cursos superiores. É equivalente ao “Bacharelado” no Brasil. Licenciatura em Jornalismo, Licenciatura em Medicina, portanto, são equivalentes, no Brasil, a Bacharelado em Jornalismo, Bacharelado em Medicina. Essa informação é importante para analisar o curso que quer fazer, ver a graduação que ele te garante e se é o que pretende.

 

Com essas diferenças em mente, vejamos as universidades! [ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO EM 01-02-2019]

 

NORTE

Instituto Politécnico do Porto

Instituto Politécnico do Porto

Todos os cursos estão abertos a estudantes brasileiros e é preciso ter mais de 475 pontos em cada uma das provas do ENEM (Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens e Códigos e Matemática e Redação) para poder participar da seleção. A candidatura é pelo site, que contém todos os detalhes.

 

Apoios: não há informações.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 1 março a 13 abril | 2.ª fase: 21 maio a 22 junho | 3.ª fase: 1 a 24 agosto.

Universidade do Porto

Universidade do Porto

Na Universidade do Porto, cada Faculdade tem um critério diferente para o acesso por meio do ENEM, bem como número de vagas específicas – que podem ser vistas aqui. As candidaturas às Licenciaturas e os Mestrados Integrados têm de ser feitas diretamente com a instituição, por via online.

 

Apoios: os apoios da Universidade são geridos pelo Serviço de Ação Social (SASUP), e incluem possibilidade de alojamento, bolsa e atendimento médico (incluindo psicologia).

 

Faculdade de Arquitetura (FAUP) É preciso uma nota mínima de 500 pontos e, durante a candidatura online, é preciso entregar currículo do Ensino Médio, documento comprovativo do ENEM e um portfólio. O candidato então é chamado para uma entrevista, que possui peso de 50% no resultado. Se o candidato estiver no Brasil, a entrevista pode ser feita por Skype.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 2 janeiro a 1 março | 2.ª fase: 2 março a 13 maio | 3.ª fase: 14 maio a 18 julho.

 

Faculdade de Ciências (FC) Para participar da seleção, a nota mínima do ENEM é de 500 pontos em todas as áreas, incluindo redação. Para ordenar os candidatos, pega-se no resultado e aplica-se uma ponderação entre os conhecimentos da Língua Portuguesa (30%) e a média simples da prova específica do ENEM que é concernente ao curso (70%). Por exemplo, para o curso de Biologia, a conta é feita com o conhecimento de Língua Portuguesa (30%) e com a nota de Ciências da Natureza e suas Tecnologias (70%). Já para Matemática, a área será Matemática e suas Tecnologias.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 2 janeiro a 1 março | 2.ª fase: 2 março a 13 maio | 3.ª fase: 14 maio a 18 julho.

 

Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação (FCNAUP) – Só será admitido quem tiver mais que 100 pontos (na escala portuguesa) em Ciências da Natureza e suas Tecnologias (CNT). Para saber se sua nota é suficiente, pegue sua nota de CNT, multiplique por 2 e divida por 10. O resultado tem que ser 100 pontos. A nota geral do ENEM tem que ser no mínimo 480 pontos.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 2 janeiro a 1 março | 2.ª fase: 2 março a 13 maio | 3.ª fase: 14 maio a 18 julho.

 

Faculdade de Economia (FEP) – Só é necessário ter nota total do ENEM acima de 500 pontos e a candidatura é feita diretamente no site da Universidade. O Edital aponta detalhes de documentação e prazos.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 2 janeiro a 1 março | 2.ª fase: 10 maio a 27 junho.

 

Faculdade de Engenharia (FEUP) – A nota mínima do ENEM é de 650 pontos e é preciso ter no mínimo 600 em matemática, 600 em Ciências da Natureza e 475 para as três restantes áreas de conhecimento. Só são aceitas provas realizadas em 2016 ou anos seguintes.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 10 dezembro a 1 fevereiro | 2.ª fase: 2 fevereiro a 17 abril.

 

Faculdade de Letras (FLUP) – É necessário ter tirado nota maior que 475 pontos nas áreas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e em Linguagens e Códigos. Também é preciso ter tirado mais de 500 em redação. Só são aceitas provas realizadas em 2016 ou anos seguintes.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 2 janeiro a 1 março | 2.ª fase: 2 março a 13 maio.

 

Faculdade de Medicina Dentária (FMDUP) – Será considerada apenas a classificação em Ciências da Natureza e suas Tecnologias, que precisa ser acima de 500. Essa nota será somada à nota final do Ensino Médio e dividida por 2, para ser incluída na lista de entrada, que será organizada pela.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 2 janeiro a 1 março | 2.ª fase: 2 março a 13 maio.

 

Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCEUP) – São consideradas as notas finais do ENEM acima de 475 pontos e qualquer ENEM realizado é válido. As notas são colocadas em ordem e as mais altas entram segundo a quantidade de vagas disponibilizadas.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 2 janeiro a 2 fevereiro | 2.ª fase: 3 fevereiro a 30 abril.

 

Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) – Pegue sua nota geral do ENEM, multiplique por 2 e divida por 10. Se a nota for igual ou superior a 100 pontos (essa é a escala portuguesa), você está apto a concorrer. A área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias também tem que estar acima de 100 pontos, pois é a área específica da faculdade.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 2 janeiro a 1 março | 2.ª fase: 2 março a 13 maio.

Universidade do Minho

Universidade do Minho

Todos os 56 cursos de graduação são acessíveis a Estudantes Internacionais e a nota mínima é 500. Cada curso tem uma ponderação diferente para cada uma das 5 provas do ENEM. Por exemplo, a Licenciatura em Relações Internacionais irá considerar para ponderação as provas Redação (30%) e Ciências Humanas e suas Tecnologias (70%), enquanto o Mestrado Integrado em Arquitetura irá considerar Redação (20%), Matemática e suas Tecnologias (40%) e Ciências Humanas e suas Tecnologias (40%). Caso o brasileiro tenha dupla cidadania europeia, os Serviços Acadêmicos aconselham a entrar em contato pelo e-mail estudar-na-uminho@reitoria.uminho.pt para esclarecer as diferenças em relação aos outros candidatos.

 

Apoios: Residências Universitárias e uma estrutura de apoio chamada Balcão de Atendimento ao Estudante Internacional.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 23 janeiro a 22 fevereiro.

Universidade Lusófona do Porto

Universidade Lusófona do Porto

Para o ano letivo 2019/2020, só será válido o ENEM feito após 2016 e no qual os candidatos tenham obtido uma classificação igual ou superior a 95 pontos na escala portuguesa. Para chegar a esse número, há uma fórmula a ser aplicada, que varia de acordo com o curso no qual quer entrar. O site da Universidade disponibiliza o arquivo de equivalências de provas do ENEM, com as respectivas proporções a serem calculadas.

 

Apoios: Não há informações.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 17 de dezembro 2018 a 1 de fevereiro 2019 (prazo exclusivo para alunos do ENEM). Caso haja uma 3.ª ou 5.ª fases, estas serão também realizadas no Brasil na Faculdade Paraíso no Rio de Janeiro e na Faculdade Mário Schenberg em São Paulo.

Universidade Portucalense

Universidade Portucalense

O ENEM precisa ter classificação mínima de 500 pontos e ter sido realizado a partir de 2016. Se o ENEM for de período anterior, é necessário realizar a prova online referente a uma das disciplinas do curso no qual se quer entrar. Os documentos têm que ser apostilados segundo a convenção de Haia. Há, ainda, a necessidade de que o certificado de conclusão de curso secundário (médio, no Brasil), seja reconhecida por uma escola secundária portuguesa na zona de residência do estudante, na ocasião da inscrição.

 

Apoios: Não há informação.

 

Prazos de candidaturas: Ainda não foram divulgados.

Instituto Universitário da Maia

Instituto Universitário da Maia

Todos os cursos estão abertos a brasileiros e é preciso ter o mínimo de 475 pontos no ENEM. Caso contrário, é preciso realizar uma prova de ingresso do regime geral de acesso, que é diferente para os diferentes cursos.

 

Apoios: Não há informações.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 21 janeiro a 8 fevereiro.

Instituto Politécnico da Maia

Instituto Politécnico da Maia

Por pertencer à mesma organização que a ISMAI, o IPM tem as mesmas condições de acesso, incluindo nota de corte de 475 pontos no ENEM e requisitos para ingresso. O período de inscrições também é o mesmo: de 21 de janeiro a 8 de fevereiro. Essas informações não impedem de ler o edital.

CENTRO

Instituto Politécnico de Viseu

Instituto Politécnico de Viseu

Some 200 à sua nota mais alta do ENEM (excluída a nota de redacção) e divida por 6. Se o resultado for superior a 95, você está habilitado a se candidatar às Licenciaturas. Para os cursos técnicos profissionais, mestrados e pós-graduações as vagas são de ampla-concorrência — ou seja, todas as nacionalidades, inclusive os portugueses, concorrem.

 

Apoios: A Licenciatura em Engenharia Civil disponibiliza, todos os anos, 10 bolsas para os melhores alunos que ingressem pela 1.ª vez no curso.

 

Prazos de candidaturas — Ainda não foram divulgados.

Universidade da Beira Interior

Universidade da Beira Interior

Todos os cursos de graduação estão disponíveis para Estudantes Internacionais, exceto Medicina. Divida a nota global do ENEM por 5. Se o resultado for superior a 100, está habilitado a concorrer e basta enviar os documentos exigidos via online.

 

Apoios: A Universidade possui bolsas-incentivo em alguns cursos, que serão escolhidos e os resultados disponibilizados durante o período de aulas.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: termina em 22 de janeiro.

Instituto Politécnico de Castelo Branco

Instituto Politécnico de Castelo Branco

Para candidatura, a nota mínima em cada uma das provas do ENEM é de 475 pontos. Para as classificações, no entanto, os exames têm pesos diferentes dependendo do curso a que quer se candidatar, como pode ser visto no despacho de abertura. Só serão aceitas provas do ENEM feitas nos últimos 3 anos.

 

Apoios: Não há informações.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 14 janeiro a 29 março | 2.ª fase: 6 maio a 5 julho | 3.ª fase: 26 agosto a 20 setembro.

Instituto Politécnico de Coimbra

Instituto Politécnico de Coimbra

A nota final tem que ser superior a 500 pontos e o ENEM deve ter sido realizado no próprio ano de candidatura ou nos três anos anteriores. A depender do curso que quer realizar, no entanto, a classificação das diferentes provas do ENEM passa a contar como um outro pré-requisito. Por exemplo, alguém que queira estudar Engenharia Agropecuária tem que ter nota superior a 500 e a nota de Ciências da Natureza e suas Tecnologias igual ou superior a 550. Já alguém que queira estudar Comunicação Social tem que ter nota superior a 500, nota de Redação superior a 500 e nota de Ciências Humanas e suas Tecnologias igual ou superior a 550. Todas as ponderações estão no Despacho nº SP/174/2018 do Instituto.

 

Apoios: Os estudantes internacionais beneficiam, a preço de estudante, dos serviços de alimentação nas cantinas, das instalações técnicas, esportivas e culturais da instituição e podem se candidatar a residência universitária.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 7 janeiro a 8 fevereiro.

Universidade de Aveiro

Universidade de Aveiro

A Universidade de Aveiro aceita o ENEM para ingresso nos cursos de Licenciatura desde que o candidato tenha mais de 475 pontos em cada uma das 5 áreas de conhecimento. Caso não tenha ENEM válido, é necessário realizar uma prova de ingresso obrigatória, para o qual a Universidade tem um curso preparatório opcional.

 

Apoios: Não há informação.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 2 janeiro a 31 janeiro.

Instituto Politécnico de Leiria

Instituto Politécnico de Leiria

No IPL, e em todas as escolas que o integram, as notas do ENEM têm diferentes pesos, dependendo do curso no qual pretende ingressar. No entanto, há sempre duas provas de ingresso, com uma percentagem de 50% atribuída a cada (Prova de Ingresso 1 e Prova de Ingresso 2). Nos casos em que houver mais do que uma opção para a Prova de Ingresso 2, o estudante deve selecionar aquela em que obteve maior classificação. A fórmula de cálculo, que permite a conversão da nota de candidatura para escala portuguesa (de 0 a 20 valores), consiste em multiplicar cada uma dessas duas notas por o.5 (visto que pesam sempre 50%), somar os valores e dividir o resultado dessa adição por 50. A nota para a submissão de candidatura terá que ser igual ou superior a 475 pontos, ou seja, a 9,5 valores em Portugal.

 

É aceite o ENEM feito nos últimos cinco anos. As vagas disponíveis para estudantes internacionais, em cada um dos cursos de cada escola do IPL, podem ser encontradas aqui. As candidaturas são feitas online.

 

Apoios: todos os apois do IPL disponíveis para estudantes internacionais podem ser consultados na página da instituição.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 14 de janeiro a 7 de abril | 2.ª fase: 13 de maio a 30 de junho | 3.ª fase: 29 de julho a 8 de setemrbo.

 

SUL

Universidade de Lisboa

Universidade de Lisboa

Na ULisboa, a nota do ENEM varia conforme as faculdades, escolas e institutos que a integram. A boa notícia é que a oferta formativa é imensa, contendo 114 opções. Todos os cursos e respetivas vagas podem ser consultadas no site da ULisboa, mais especificamente na parte de candidaturas de estudantes internacionais. As matrículas e inscrições seguem os prazos fixados por cada Escola. As candidaturas são efetuadas online.

 

Apoios: Não há informação.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 1 de fevereiro a 22 de março | 2.ª fase: 14 de maio a 28 de junho.

Instituto Politécnico de Setúbal

Instituto Politécnico de Setúbal

Para se candidatar ao IPS, terá que obter uma classificação igual ou superior a 500 pontos no ENEM. Essa classificação será convertida para a escala portuguesa (de 0 a 20) de forma proporcional, sendo que os 500 pontos equivalem a 10 valores na lógica do país. Em sede de candidatura, o estudante terá que apresentar o seu número de inscrição do ENEM, bem como uma cópia do resultado obtido, o ano de realização da prova e o seu número de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

 

O Politécnico de Setúbal aceita provas do ENEM realizadas nos anos de 2018, 2017 e 2016. As informações sobre os cursos e devidas ponderações podem ser encontradas no final da página do IPS que se dedica ao estudante brasileiro. Estas variam conforme as diferentes escolas que integram o IPS.

 

Apoios: Não há informação.

 

Prazos de candidatura — Segundo as informações do Instituto, estes dados estarão disponíveis em breve. Os prazos variam conforme as diferentes escolas que integram o IPS.

Universidade do Algarve

Universidade do Algarve
Para entrar na UAlg, a nota da Redação precisa ser igual ou superior a 500 pontos e todas as outras provas precisam ter um mínimo de 475 pontos. O estudante brasileiro é considerado sob o estatuto de Estudante Internacional e pode ter acesso a todos os cursos, disponíveis no site da instituição. Qualquer edição do ENEM serve para realizar a candidatura.

 

Apoios: Não há informação.

 

Prazos de candidatura — 1.ª fase: 3 dezembro 2018 a 31 janeiro | 2.ª fase: 4 a 29 de março | 3.ª fase: 6 a 31 de maio.

Instituto Politécnico de Portalegre

Instituto Politécnico de Portalegre

No IPP, a nota mínima necessária é de 475 pontos no ENEM (9,5 valores na escala portuguesa, que se mede de 0 a 20). Contudo, cada curso tem uma ponderação diferente, conforme as componentes do exame que mais se aproximem às provas que são pedidas ao estudante português para o mesmo curso. O Politécnico de Portalegre aceita o ENEM realizado em 2018, 2017 e 2016. As vagas e as informações sobre os diferentes pesos atribuídos às provas ainda não estão disponíveis. Pode efetuar a sua candidatura online.

 

Apoios: segundo as informações fornecidas pelo IPP, só em casos muito especiais é que os estudantes brasileiros terão direito a bolsas.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 23 de janeiro a 29 de março

Instituto Politécnico de Beja

Instituto Politécnico de Beja

Todos os cursos são acessíveis a brasileiros e a nota final do ENEM deve ser igual ou superior a 500 pontos. O ENEM deve ter sido realizado no ano corrente ou nos 3 anos anteriores. As vagas disponíveis para o ano 2019 podem ser consultadas no edital específico assinado pela presidência do Instituto.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 15 janeiro a 23 fevereiro | 2.ª fase: 1 abril a 15 maio | 3.ª fase: 1 julho a 31 agosto.

Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa

Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa

A nota final do ENEM deverá ser igual ou superior a 500, sendo que poderá ter sido realizada em qualquer edição. Além da nota do exame, todos os estudantes terão que participar de uma entrevista (presencial ou por Skype), independentemente da classificação.

 

Apoios e Prazos de candidaturas: Ainda não foram divulgados, no entanto, a secretaria da ESTAL reforça que, endereçando um e-mail a estal@estal.pt, todas as dúvidas serão esclarecidas ao estudante brasileiro que pretenda candidatar-se.

ILHAS

Universidade da Madeira

Universidade da Madeira

Todos os cursos de graduação são acessíveis a Estudantes Internacionais, exceto Medicina. Cada curso tem uma ponderação diferente para cada uma das 5 provas do ENEM. Por exemplo, a Licenciatura em Economia considera Redação (20%) e Matemática e suas Tecnologias (80%). A partir da nota final obtida, multiplica-se por 2 e divide-se por 10. Esse resultado tem que ser igual ou superior a 100. A UMa aceita o ENEM realizado a partir de 2015 e a informação sobre as vagas ainda não se encontra disponível.

 

Apoios: Não há informações.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: fins de Janeiro a 31 de março. A abertura das fases seguintes dependerá dos resultados da 1.ª fase.

Universidade dos Açores

Universidade dos Açores

Na UAc, aceita-se o ENEM realizado em 2018, 2017 e 2016. Cada curso tem uma ponderação diferente, nas quais podem pesar uma ou várias das provas do ENEM, bem como a média do exame. Essa média é calculada através da soma dos resultados de cada prova e posterior divisão por cinco.

 

A fórmula de obtenção da Classificação Final de Exame (CFE), que depois deverá ser convertida para a escala portuguesa e que serve para a realização da candidatura, depende do peso atribuído a cada prova. As vagas disponíveis para os diferentes cursos, bem como o peso de cada prova nos mesmos, podem ser consultados na página 6 do edital para o ano letivo de 2019/2020.

 

A conversão do resultado para a escala portuguesa (0 a 200), é obtida através da multiplicação da CFE por 200 e posterior divisão por 1000. Para que a candidatura seja válida na UAc, a classificação mínima necessária é de 100, com a exceção de dois cursos: mestrado integrado em Arquitetura, com CFE mínima de 120; e mestrado integrado em Ciências Farmacêuticas, com CFE mínima de 95.

 

Apoios: todos os estudantes oriundos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) têm um desconto de 50% nas propinas.

 

Prazos de candidaturas — 1.ª fase: 14 de janeiro a 24 de fevereiro| 2.ª fase: 25 de fevereiro a 14 de abril | 3.ª fase: 15 de abril a 2 de junho .