BrasilNotíciasSustentabilidade

Em 17 anos, Brasil perdeu três Portugais em florestas

O Brasil, segundo país com maior área de vegetação no mundo – atrás apenas da Rússia -, perdeu aproximadamente 298mil km2 em florestas no período de 17 anos, compreendido entre 2000 e 2016. A área é equivalente a mais de três vezes (3,22) a extensão de Portugal. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio do Monitoramento da Cobertura e Uso da Terra do Brasil.

Veja também

Investigadora recebe recursos para estudar florestas em São Tomé e Príncipe e Angola

Moçambique possui a maior floresta fossilizada de África

 

Os maiores aumentos de derrubadas de árvores registrados foram graças à expansão da área agrícola e da pastagem com manejos. A área agrícola que mais afetou concentra-se em Rondônia e Pará (Norte do país) e Mato Grosso do Sul (centro). Já a pastagem com manejos está concentrada na região amazônica.

Gráfico mostra redução de área verde no Brasil (Imagem: Reprodução IBGE)
Área Agrícola e manejo de pastagem

Área agrícola é toda aquela área destinada à Agricultura. Ou seja, que envolve o trabalho da terra e a colheita de produtos que sirvam para produção de alimentos – para seres humanos ou animais – e roupas (como o caso do algodão). Grande parte da produção agrícola do Brasil é voltada para a exportação. Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDCI), entre outubro de 2017 e outubro de 2018 foram exportados U$3.407.368.593 em alimentos e bebidas básicos, para indústria ou fins domésticos.

 

Já a pastagem por manejo é uma forma de criação de animais – principalmente gado – com a função de ampliar o uso e a produtividade. Neste processo é comum o uso de fertilizantes e outros elementos químicos para acelerar o processo de recomposição do solo. Há três técnicas nessa forma de criação: a primeira é a pastagem contínua – na qual o gado fica no mesmo terreno todo o ano. A segunda é rotacionada – no qual o terreno é dividido e o gado rotaciona entre as partes do terreno. A terceira é chamado de diferido, no qual uma das partes o terreno é poupada para uso futuro.

Previous post

Conheça a única plataforma sobre reabilitação respiratória para falantes de português

Next post

Amantes de gatos: foi criada uma caixa de areia que se limpa sozinha e traça diagnósticos médicos

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *