CulturaPortugalSociedade

Mais de 80% dos portugueses acredita que Deus existe

Segundo o dicionário de língua portuguesa, a palavra religião comporta tudo aquilo que está relacionado com o sagrado: “culto prestado à divindade”; “doutrina ou crença religiosa”; “o que é considerado como um dever sagrado”; “reverência, respeito”; “escrúpulo”; “comunidade religiosa que segue a regra do seu fundador ou reformador”. Por todo o globo, a multiplicidade de demonstrações de fé está consolidada, podendo ter um peso decisivo nos pilares culturais de um país. Com o intuito de aprofundar a influência da religião na formação da identidade nacional, o instituto independente de recolha de dados, inquéritos e sondagens, Pew Research Center, divulgou um relatório sobre esta temática, na Europa.

 

Graças a este levantamento estatístico, constatou-se que 83% dos portugueses inquiridos acreditam em Deus; do total (100%), aproximadamente 44% não tem dúvidas de que Deus existe; e cerca de 38% não assume uma certeza absoluta ou fechada sobre a existência de uma identidade divina, mas acredita em “algo”. Além disso, a pátria lusitana aparece entre os 10 países (entre 34 analisados) que referiram que a religião é uma componente importante para a sua identidade nacional, posicionando-se à frente de países considerados “muito religiosos” como a Irlanda, a Polónia, a França e a Espanha. A análise também revelou que 37% dos entrevistados portugueses rezam diariamente.

 

O estudo foi desenvolvido entre junho de 2015 e agosto de 2017, envolvendo 34 países da Europa Ocidental, Central e Oriental. Para a obtenção dos dados, foram realizadas entrevistas presenciais ou por telefone a cerca de 1600 pessoas de cada país, com mais de 18 anos; no total foram inquiridas 56 mil pessoas.

 

De acordo com a pesquisa, Portugal aparece como uma exceção entre os países da Europa Ocidental, quando a questão abordada é a religião, aproximando-se mais de nações da Europa Central ou de Leste: as que revelaram uma crença mais “absoluta” em Deus. Entre estes, encontramos a Arménia (79% da população acredita em Deus); a Geórgia (73% da população acredita em Deus); Bósnia (66% da população acredita em Deus); Roménia (64% da população acredita em Deus); Grécia (59% da população acredita em Deus); Croácia (57% da população acredita em Deus); Moldávia (55% da população acredita em Deus) e a Polónia (45% da população acredita em Deus).

 

VEJA TAMBÉM

 

As estatísticas são diferentes, quando os assuntos abordados são a multiculturalidade e a igualdade. Portugal mantém-se na linha dos países Ocidentais sobre a aceitação de outras culturas, como por exemplo a muçulmana. À questão: “Aceitaria que um muçulmano integrasse a sua família?”, 70 % dos portugueses responderam que sim. Desta forma, o país fica mais próximo dos resultados obtidos em países como Espanha, Bélgica, Suécia ou Dinamarca (com percentagens superiores a 70%). Na Europa Central e na do Leste, apenas menos de metade dos inquiridos afirma o mesmo.

Gráfico que demonstra a resposta dos países que responderam à questão “Aceitaria que um muçulmano integrasse a sua família?” Imagem: Pew Research Center

Quanto à questão da aceitação do casamento entre pessoas do mesmo sexo, 59 % dos portugueses revelaram que eram a favor. Segundo os dados divulgados, em toda a Europa Ocidental, a maioria da população concorda, mas as opiniões divergem na Europa Central e na do Leste – a maior parte das pessoas revelaram que eram contra o casamento homossexual. Em países como a Rússia, a Ucrânia ou a Moldávia apenas 10% dos entrevistados demonstraram que apoiavam esta causa.

Gráfico que demonstra o posicionamento dos países sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo Imagem: Pew Research Center

O estudo desenvolvido desvenda números relacionados com outras questões, nomeadamente a legalização do aborto, a superioridade cultural, a aceitação de minorias religiosas, etc.. Para os mais curiosos, deixamos o link do mesmo para consulta: carregue  aqui.

Previous post

Cabo Verde: presidente da Assembleia Nacional sugere medidas para enfrentar a seca

Next post

Já sabe que Portugal é o melhor destino do mundo para jogar golfe?

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *