AngolaMoçambiqueNotíciasSaúde

Nova tecnologia para diagnóstico de malária chega a Angola

A partir do mês de Novembro, os angolanos terão disponíveis na rede privada de saúde uma tecnologia de origem israelita que acelera o diagnóstico de malária. A medida, considerada inovadora, foi divulgada pelo Jornal de Angola e promete ser um método mais eficiente de detecção da doença, o que possibilita uma intervenção mais efectiva para a cura, diminuindo as possibilidades de retransmissão. O tempo para o diagnóstico é de menos de 5 minutos.

 

Chamada de “Parasight” e comercializada pela Yapama Saúde, a tecnologia foi validada pelo Instituto Nacional de Investigação em Saúde e foi liberada para comercialização após a aprovação da Direcção Nacional do Medicamento e Equipamento, vinculada ao Ministério da Saúde. Em um primeiro momento, estará disponível em dois sítios:  Luanda Medical Center e Clínica Sagrada Esperança, ambas na capital do país.

 

Angola e Moçambique aparecem na lista de 12 países que concentram 80% dos casos de malária no mundo (Imagem: Reprodução Organização Mundial da Saúde)

 

Malária é transmitida por mosquito

 

A malária é uma doença típica de países tropicais que causa febre, fadiga, vômitos e dores de cabeça, podendo levar a convulsões e morte. Como o vetor é um mosquito (Anopheles gambiae) que tem hábitos noturnos, as autoridades aconselham o uso de telas protetoras, repelentes, inseticidas e que não se acumule água parada – pois é onde o inseto se reproduz. Há muitos estudos, mas ainda não há vacinas conhecidas contra a malária.

Previous post

Embaixadora de Moçambique em Angola é acusada de corrupção

Next post

Estreia em Portugal o primeiro documentário nacional sobre a cultura do Hip Hop

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *