AngolaNotíciasPolítica

Reino Unido tem £750 milhões para infraestrutura de Angola

Em visita oficial à Luanda, capital de Angola, a baronesa Lindsay Northover – enviada da primeira-ministra britânica Theresa May para assuntos de Comércio – destacou que o Reino Unido tem intenção em investir cerca de 750 milhões de libras (algo em torno de 860 milhões de Euros) em projetos que desenvolvam a infraestrutura do país, em áreas como Energia. O foco será nas obras estabelecidas como prioridade pelo Plano de Desenvolvimento Nacional de Angola.

 

Veja Também

Angola e Zâmbia assinam acordo na área de petróleo e gás

O lixo de Luanda pode tornar-se energia

20 mil barris de petróleo por dia: eis o pagamento de Angola ao Brasil para manter financiamento

 

Baronesa Northover em Angola; cooperação na área de energia já está em andamento
Baronesa Northover em Angola; cooperação na área de energia já está em andamento (Imagem: Reprodução MacauHub)

Os investimentos na área da Energia já começaram, com o apoio financeiro à construção e manutenção das subestações elétricas de Viana e da Gabela, que distribuirá energia elétrica para a região de Cuanza-Sul e Luanda (região altamente industrializada). A baronesa esteve no país para reunião com o ministro das Finanças angolano, Archer Mangueira, com vistas a escolher outros projetos prioritários.

 

Lindsay Northover – que está acompanhada de representantes da Agência de Crédito à Exportação do Reino Unido (UKEF) – ainda se encontrará com autoridades dos Ministérios da Saúde; Energia e Águas; Transportes; Recursos Minerais e Petróleos e Agricultura, além de reunião com o governador de Luanda. Haverá ainda mesa redonda de negócios na Câmara de Comércio Reino Unido-Angola.

 

O Reino Unido possui grandes empresas instaladas em Angola, como a Rolls Royce, KCA Deutag, Aggeko, HSBC, Standard Charted, IQA/Elecnor, Incatema e ASGC. Além da melhoria da qualidade de vida da população, o crescimento da indústria também exige o aumento de produção de energia elétrica.

Previous post

Mulheres portuguesas precisam de trabalhar mais 58 dias para ganharem tanto quanto os homens

Next post

Lendas brasileiras viram ilustrações

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *