Cabo VerdeEconomiaNotícias

Startup Weekend está de regresso a Cabo Verde com mais novidades do que nunca

A iniciativa Startup Weekend regressa a Cabo Verde durante o mês de novembro e dezembro (2018), sendo que, desta vez, o programa apresenta seis edições no mesmo ano – uma coisa inédita desde o início do programa no país, em 2012. Sob o lema “pense global, mesmo sendo local“, o fim de semana das start ups cabo-verdianas vai chegar a seis ilhas: São Vicente, de 2 a 4 de novembro, no Mindelo; Ilha do Fogo, de 9 a 11 de novembro, em São Filipe; Santiago, de 16 a 18 de novembro, na cidade da Praia; Ilha do Sal, de 23 a 25 de novembro, em Santa Maria; e, pela primeira vez, São Nicolau, de 7 a 9 de dezembro, no Tarrafal, e Ilha do Maio, de 14 a 16 de dezembro, no Porto Inglês. Cada edição será antecedida por três dias de palestras, de forma a contextualizar o público acerca das ofertas do mercado, das tendências e das novas descobertas do meio.

 

Tendo em conta a semana global do empreendedorismo, estas novas edições têm como objetivo salientar os temas mais coerentes de acordo com cada ilha em que se realizarão e com a lógica do conceito. Por isso, e excluindo apenas as ilhas de São Nicolau e do Maio – por serem estreantes no papel de anfitriãs -, todos os programas de cada edição serão voltados para um determinado painel temático orientador, que servirá para diversificar a oferta destes fins de semana. Economia azul, fruticultura e turismo, inovação tecnológica nas áreas das finanças, da saúde e da tecnologia limpa e turismo e viagens são, respetivamente, os assuntos principais das quatro edições que se irão realizar em novembro (2018).

 

VEJA TAMBÉM

 

Segundo o Mindel Insite, a organização deste ano está a cargo da Organização não Governamental (ONG) Cheetah Start e da Pro Empresa. Mónica Vicente, administradora da Pro Empresa, assegurou em conferência de imprensa que o papel da entidade que representa passa por orientar e aconselhar as novas empresas num sentido de crescimento, promoção e fomento do empreendedorismo. “Precisamos identificar novas ideias, apoiar o amadurecimento de ideias e estar juntos com os jovens para que prossigam a desenvolver as ideias através dos programas de financiamentos que a Pro Empresa gere”, assinalou Mónica Vicente. Nessa mesma conferência e de novo segundo a publicação supracitada, Samir Pereira, diretor do Cheetah Start, assinalou o objetivo comum de desenvolvimento local das ilhas como um foco que está sempre por detrás da iniciativa – sem que isso seja uma limitação à abertura face a outras temáticas. no entanto não serão excluídos projectos noutros setores.

 

O Startup Weekend é um evento internacional que se realiza em mais de 150 países, apoiado pela Google for Entrepreneurs. No fim de semana do Startup Weekend os empreendedores dispõem de 54 horas para discutir as melhores ideias, formar equipas, criar modelos de negócios e definir a estratégia a seguir para validar e implementar as suas startups.
Facebook oficial do Startup Weekend Cabo Verde

 

Na página de Facebook oficial da Startup Weekend Cabo Verde, pode ler-se que as principais vantagens de participar na iniciativa vão desde a oportunidade de criar contactos e conexões com outras pessoas que gostam de “construir coisas novas”, a descoberta de um posicionamento próprio na “jornada do empreendedor” e a captação de aprendizagens necessárias para se começar uma empresa, até ao lançamento de um negócio “de forma rápida“. O programa Startup Weekend foi criado em 2009, nos Estados Unidos da América, e depois de seis anos a acontecer em Cabo Verde conta com 18 edições realizadas no país. No final de dezembro de 2018, já terão sido realizadas 24 edições cabo-verdianas, no total.

Previous post

Estreia em Portugal o primeiro documentário nacional sobre a cultura do Hip Hop

Next post

Eleições no Brasil: como votaram os brasileiros nos outros países de língua portuguesa?

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *