Cabo VerdePaísesTurismo

Um paraíso perdido no arquipélago de Cabo Verde: a Ilha de Santa Luzia

(Imagem: Reprodução lovemacaronesia)

 

Imagine uma paisagem com praias de areia branca e dunas a Sul e montes escarpados a Norte. Assim é a Ilha de Santa Luzia em Cabo verde, a cinco milhas da Ilha de São Vicente no grupo de ilhas do Barlavento, com uma área de 35km2 e o seu ponto mais alto 395 metros acima do nível do mar.

 

A ilha é uma importante reserva natural de Cabo Verde e a única que não é habitada, devido às frequentes vagas de seca.

 

No século XVIII chegou a ser habitada por uma pequena comunidade que se dedicava à pastorícia, à pesca e à extração de urzela (líquen) e já no século XX, na década de 60, a ilha voltou a ser habitada por um casal, mas desde então permanece deserta de habitantes, tendo apenas a visita regular de pescadores vindos de São Vicente.

 

Com uma fauna marinha bastante diversificada e rica em espécies, é ímpar em momentos únicos como a desova das tartarugas nas praias.

Tartaruga em Santa Luzia

(Imagem: Reprodução Wikipédia)

A ilha integra a categoria de Reserva Natural Integral juntamente com os ilhéus Branco e Raso, que têm o acesso restringido apenas a fins científicos ou educativos. A autorização de acesso à reserva pertence, atualmente, à Direcção Geral do Ambiente, e está em análise um plano de gestão para que se possa estabelecer normas e atividades de turismo a realizar desde que não interfiram com a preservação ambiental e a conservação das espécies que ali habitam.
 

 

Leya

2 Comments

  1. Rodrigo
    20 Outubro, 2016 at 7:31 — Responder

    Perdido não !!! PRESERVADO, CONSERVADO…..

  2. Dias
    24 Novembro, 2016 at 16:44 — Responder

    sou de cabo verde, amo santa luzia, mas perdido sim , existe um grande desleixo nacional, o pessoal que está acima da gestão das coisas de cabo verde não gosta muito da natureza, não o dão o valor devido, eu os conheço bem desde jovens, a mente deles está para outras coisas, percebe-se que o conhecimento pode ser nada.

    Um grupo de agricultores ha alguns anos povoaram a ilha , deixando lá gatos que se procriaram e afugentaram as aves raras embora algumas estão voltando tipo o alcatraz. Existem muitos ratos, não sei porque , muito contribuiu para afugentar as aves raras, as tartarugas e seus ovos, por isso algumas tartarugas preferem o ilhéu ingreme, ilhéu branco, muito se pode fazer ali a baixo custo, existem pessoal que cuida de tartarugas em são vicente de graça , voluntários , em são vicente existem muitos jovens que gostam disso e com alguém de conhecimento e que entende de natureza faria ali um grande trabalho a baixo custo ou financiado para uma causa internacional, sei lá, etc

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *