BrasilMundoPortugalTimor-Leste

União Europeia altera controle de entrada de turistas de países que não precisam de visto

Leya

 

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, confirmou no dia 14 de setembro que o bloco começará a registrar turistas que entrarem em suas fronteiras, incluindo brasileiros.

 

O sistema será proposto pelo poder Executivo da União Europeia até o próximo mês de novembro e terá como objetivo combater o terrorismo em seus países-membros e a pior crise migratória desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

 

 

O sistema será proposto pela Comissão Europeia até novembro e, segundo a informação da Agência Brasil, o objetivo é combater o terrorismo em seus países-membros, bem como a crise migratória do continente.

 

O novo modelo, entitulado Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (Etias, na sigla em inglês) valerá para todos os cidadãos que não integram a União Europeia e que não precisam de visto para entrar no Espaço Schengen.

 

– Quando uma pessoa entrar na UE, ela será registrada, assim como o lugar, a data e o motivo da viagem. Esse novo sistema automatizado nos dirá quem está autorizado a transitar pela União Europeia antes que chegue à região – disse Juncker, durante uma sessão plenária do Parlamento Europeu em Estrasburgo, na França.

 

O novo modelo, que é similar ao adotado nos Estados Unidos, coletará dados dos viajantes antes do embarque, permitindo que Bruxelas determine se sua presença colocará a segurança no bloco em risco e, eventualmente, impeça sua entrada. As informações serão passadas pelos próprios turistas, por meio do preenchimento de um questionário online. Especula-se ainda a criação de uma taxa para ingressar no Espaço Schengen, informação não confirmada pela UE.

Previous post

Morrer para viver

Next post

A biografia ficcionada de Moçambique

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *