Cabo VerdeNotíciasPolítica

Cidadãos da UE estarão isentos de visto para Cabo Verde

O ministro dos Negócios Estrangeiros cabo-verdiano, Luís Filipe Tavares, anunciou que, a partir do próximo ano (2019), todos os cidadãos da União Europeia (UE) estarão isentos de visto para Cabo Verde. Esta medida, que foi várias vezes adiada, recairá sobre as estadias de curta duração no país. Facilitar a visita à terra das mornas e expandir a relação diplomática com a Europa são os principais objetivos.

 

Segundo as informações divulgadas pela agência de notícias (Inforpress), esta parceria de cooperação, entre Cabo Verde e a UE, foi confirmada durante a IX reunião do diálogo político ao nível ministerial, no âmbito da Parceria Especial, entre a organização europeia e o país.

 

Na perspetiva do ministro, as relações de cooperação entre Cabo Verde e a UE são “muito positivas”. Desta forma, o governo cabo-verdiano está confiante que, no futuro, o vínculo diplomático será ainda “mais forte” e estará mais “consolidado”.

 

Há dez anos, foi estabelecida uma Parceria Especial, entre a organização europeia e o arquipélago africano, com o intuito de fortalecer as relações históricas, em prol da promoção de um quadro ambicioso e sustentável para o desenvolvimento e expansão desta relação. Consequentemente, esta nova medida de isenção de visto para Cabo Verde vem consolidar alguns dos trabalhos discutidos, inserindo-os na agenda política de ambas as entidades.

 

De acordo com a Inforpress, durante a reunião política, que teve lugar na cidade de Praia (capital de Cabo Verde), discutiu-se a questão da mobilidade. Este assunto, ancorado no desenvolvimento das relações sociais e dos laços culturais, foi mediado pelo secretário de Estado das Finanças da Áustria, Hubert Fuchs, em representação da alta-representante da UE para a Política Externa e Segurança, Federica Mogherini.

 

Quanto à aprovação da isenção dos vistos, Luís Filipe Tavares referiu que “não têm surgido problemas” e que os esforços têm sido direcionados para a afinação de alguns ajustes e instrumentos.

 

Já o representante da UE, Huber Fuchs, mostrou-se confiante nos caminhos que têm sido e que serão traçados no futuro, referindo que a relação entre o arquipélago e a UE será “muito boa”.

Previous post

Surfistas brasileiros com fama de desordeiros?

Next post

Mundial de Surfe: atleta invisual portuguesa conquista bronze

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *