BrasilCultura

Brasília recebe mostra de filmes feitos por mulheres

Leya

 

Brasília recebe, até dia 4 de abril, a Mostra Edital Carmen Santos – Cinema de Mulheres e Filmes Convidados. O festival, que tem o objetivo de valorizar a produção cinematográfica feminina, exibirá curtas, médias e longas-metragens dirigidos por mulheres brasileiras. Os filmes serão exibidos no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

 

De acordo com a Agência Nacional do Cinema (Ancine), apenas 14,8% dos filmes lançados em 2015 foram dirigidos por mulheres (19 títulos). É nesse contexto, de baixa representatividade feminina no cinema brasileiro, que a mostra traz visibilidade para as cineastas, contribuindo para a diversidade e para a igualdade de gênero.

 

O festival apresenta nove curtas e seis médias-metragens produzidos a partir do Edital Carmen Santos, realizado em 2013, além de longas-metragens convidados. As produções tiveram em suas equipes mulheres ocupando quase todas as funções e tratam de assuntos como o empoderamento feminino, sexualidade, estereótipos de gênero, violência contra a mulher, entre outros.

 

Existe princesa negra? Conheça a Fábula de vó Ita

 

Para Joyce Prado, diretora do curta “Fábulas de vó Ita” ao lado de Nilma Thallita Oshiro Meireles, o edital trouxe uma mudança importante na dinâmica padrão do cinema, dominada por homens.

 

– Antes mesmo de sermos contempladas, nós realizamos uma pesquisa sobre profissionais mulheres em São Paulo. Buscamos diretoras de arte, de produção, trilha sonora, design de som. Fizemos o mapeamento e vimos que não estamos sozinhas. No nosso filme, toda a parte conceitual foi realizada por mulheres e isso potencializou vozes, trouxe possibilidades temáticas e narrativas dentro de um olhar feminino –  afirmou Joyce, em entrevista à Agência Brasil.

 

Entre os longas convidados estão: “Que horas ela volta?”, de Anna Muylaert, “Olmo e a gaivota” e “Elena”, de Petra Costa, “Amor, plástico e barulho”, de Renata Pinheiro, “Califórnia”, de Marina Person, “De gravata e unha vermelha”, de Miriam Chnaiderman, e “Poeira & Batom no Planalto Central”, de Tânia Fontenele.

 

Clique aqui para ver a programação completa

 

As sessões vão ocorrer às 17h, 19h e 21h (segundas, quartas, quintas e sextas) e às 16h, 18h e 20h (sábados e domingos). A entrada é gratuita e os ingressos devem ser retirados uma hora antes do início das sessões, na bilheteria do CCBB.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.