CulturaPortugalTurismo

Café – uma tradição, uma paixão | Coffee – a tradition, a passion

Leya

 

O café faz parte da rotina para a maioria dos portugueses. Por cá, o ir beber café é sempre aquele convite básico para se estar com alguém, para “esplanar” um bocado, bebericar entre palavras, frases e risos. Em Portugal há mil e uma maneiras de se pedir um café. Vamos conhecer a sua história?
Coffee is part of the routine for the majority of the Portuguese people. Here, to go for a coffee is always that sort of invitation to be with someone, to ‘relax’ a bit, sip between the chatting and the laughter. In Portugal there are one thousand and one ways you can ask for a coffee. Shall we get to know its history then?
Imagem: Reprodução Betrend
Imagem: Reprodução Betrend

É certo e sabido que o café é daquelas paixões para a maioria dos portugueses, que não pode falhar na sua rotina diária. Uma boa desculpa para se sentir mais desperto logo pela manhã, para fazer uma pausa no trabalho ou simplesmente bebe-lo depois do almoço. Os mais gulosos não dispensam o pacotinho de açúcar, há quem goste com adoçante, mas os que não usam nem uma coisa bem outra, exibem orgulhosamente a chávena e sorvem deliciados esse verdadeiro néctar do despertar. O convite mais simples entre amigos é sempre o ‘’vamos beber um café?’’ mesmo que a ideia seja de beber outra coisa qualquer. Faz parte da nossa cultura.

 

Mas qual a origem desta bebida?

It is well known that coffee is one of the passion of the Portuguese people, and it cannot miss being part of their daily routine. A good excuse to make you feel more awake during mornings, to take a break from work or simply to drink a cup after lunch. The sweet-tooth cannot spare the little sugar package, while some like it with sweetener, but those who do not use one or the other can proudly lift up the cup and sip its delicious awakening nectar. The easiest invitation between friends is ‘let’s go for a coffee?’ even if the idea is perhaps to drink another beverage. It is part of our culture.

 

So what is the origin of this drink?

Imagem: Reprodução Café Expresso
Imagem: Reprodução Café Expresso
A sua origem transporta-nos à Etiópia, local da origem da planta. Em 573 D.C. esta planta passa a ser cultivada para alimento e usada pelos árabes como bebida. A introdução desta bebida na Europa começou no século XVII em Itália, mais especificamente em Veneza, onde existiu o primeiro café público. A partir daí a sua fama foi-se espalhando e ao longo dos anos as ‘’casas de café’’ tornaram-se em lugares frequentados por artistas e intelectuais, transformando-se em espaços de discussão política e artística.

 

Em Portugal, a sua produção tornou-se num outro modo de exploração económica. No século XVIII, durante o reinado de D. João V, o café passou a ser produzido no Brasil, tornando-se num dos locais exportadores a nível mundial. Depois, passou a ser cultivado nas ex-colónias de Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe e, mais tarde, Angola.

Its origin leads us to Ethiopia, the place where the coffee plant originates. In 573 D.C., this plant comes to be cultivated and used as food and as a drink by the arabs. The introduction of this drink in Europe started in the XVIIth century in Italy, to be precised in Venice, where a public coffee place was first opened. Starting from that moment, its fame started spreading out and in two year’ time the ‘coffee houses’ turned into frequented establishments by artists and intellectuals, transforming in spaces of political debate and artistic expression.

 

In Portugal, its production turned into a method of economic exploitation. In the XVIIIth century, during the kingdom of D. João V, it started being produced in Brazil, country that turned into one of the main exporters worldwide. After that, coffee started being cultivated in the ex-colonies of Cabo Verde, S. Tomé and Príncipe, and later on, Angola.

Imagem: Reprodução Sagrado 07
Imagem: Reprodução Sagrado 07
Inspirados pela moda dos cafés enquanto espaço de tertúlia, as cidades portuguesas passaram também a ter lugares que hoje em dia são autênticos museus e ícones da nossa cultura. Em Lisboa temos o Martinho da Arcada, lugar favorito do poeta Bocage, a Brasileira do Chiado, que tinha Fernando Pessoa como um dos seus assíduos clientes e outros artistas como Almada Negreiros, o Nicola no Rossio ou a Confeitaria Nacional na Praça da Figueira. Também ainda se encontram as casas que vendem cafés de várias origens, ou até mesmo máquinas de todos os tamanhos e feitios para o deleite dos verdadeiros apreciadores. Até dá gosto entrar e sentir o agradável cheiro do café acabado de moer…
Inspired by the fashion of the coffee houses as spaces of gathering, the Portuguese cities opened coffee spaces that today are considered to be authentical museums and icones of our culture. In Lisbon we have the Martinho da Arcada, Bocage, the poet’s’ favourite place, the Brasileira do Chiado, that had Fernando Pessoa as one of the most loyal clients and other artists such as Almada Negreiros, the Nicola in Rossio or the Confeitaria Nacional in the Praça Figueira. You can find houses that sell coffee of different origins as well machines of all sizes for the true lovers of coffee. It delights the senses to enter one of these houses and smell the delicious flavour of coffee freshly grounded…
Imagem: Isabel Bernardo, Fora da Rota Tours
Imagem: Isabel Bernardo, Fora da Rota Tours
Por Lisboa o café se chama Bica que é o expresso normal. Aliás, quando pedimos um café, não há que enganar, é expresso. Diz-se que Bica é a origem do acrónimo ‘’Beba Isto Com Açúcar’’ para incentivar as pessoas que não gostavam do seu sabor amargo, adicionando o açúcar. Coisa que arrepia os derradeiros fundamentalistas. Dizem que tira o seu verdadeiro sabor.
Mas já devem ter reparado que existem diversas formas de pedir café em Portugal, deixando qualquer visitante um pouco confuso. Sabem o que é um galão, uma meia de leite, garoto e abatanado? Eis um pequeno dicionário:
In Lisbon, the coffee is called Bica which is a normal espresso. So, when we ask for a coffee, there is no need to feel deceived, it is an expresso. It is said that Bica stands for ‘Drink This With Sugar’ (Portuguese ‘Beba Isto Com Açúcar’) to encourage people who do not like its bitter taste to add sugar. A thing that shreds the deep fundamentals. They say it takes away its true flavour. You have noticed by now that there are various ways to ask for a coffee in Portugal, leaving visitors a bit confused. Do you know what a galão is, a meia de leite or a abatanado? Here a short dictionary for you:
Imagem: Reprodução Il Turista
Imagem: Reprodução Il Turista

Garoto – Café com leite servido em chávenas pequenas

 

Meia de Leite – Café com leite servido em chávena grande

 

Galão – Café com leite servido em copo

 

Abatanado – Café servido com mais água, em chávena de meia de leite e com a mesma quantidade de pó de um expresso.

 

Café cheio – Um expresso com um pouco mais de café, enchendo um pouco mais a chávena

 

Café curto/ italiana – Um café ainda mais forte do que um normal expresso, mais concentrado

 

Pingado – Expresso com um pouco de leite frio

 

Carioca de café – Mais fraco que é aproveitado como segundo café. Ao tirar-se um primeiro mais curto, tira-se outro com os mesmos grãos de café

 

Café descafeinado – sem cafeína

 

Café com cheirinho – Com um toque de bagaço e que pode ser tomado como digestivo

 

Fonte – consultar aqui

Garoto – a coffee with milk served in small cups

 

Meia de Leite – a coffee with milk served in big cups

 

Galão – a coffee with milk served in a glass

 

Abatanado – a coffee served with more water, served in a cup of meia de leite and with the same amount of coffee powder as an expresso

 

Café cheio – an espresso with a bit more coffee; filling the cup a little bit more

 

Café curto/ italiana – a coffee stronger than the normal espresso

 

Pingado – an espresso with a bit of cold milk

 

Carioca de café – the weakest coffee; after the first coffee is poured, then the carioca is poured using the same beans

 

Café descafeinado – without caffeine

 

Café com cheirinho – an espresso with a touch of bagasse and which can be taken as a digestive

 

Source: Check in here

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.