CulturaPortugalTurismo

Lisboa capital ibero-americana da cultura em 2017

Leya

 

Desde este sábado Lisboa é oficialmente a capital ibero-americana da cultura com vários eventos a decorrer ao longo do ano. Seguem por aqui as nossas sugestões.

 

Desde o dia 7 de Janeiro, Lisboa é oficialmente a capital ibero-americana da cultura com uma programação extensa a decorrer ao longo do ano. Esta é a segunda vez que assume o papel, já que a primeira vez foi em 1994, altura em que coincidiu com o Lisboa – Capital Europeia da Cultura. Sob o tema ”Passado e Presente” haverá exposições, concertos, teatro, dança, colóquios e eventos de gastronomia. São mais de 150 eventos para ver e ouvir.
A programação rege-se com o tema ”Passado e Presente”, pensado pelo coordenador da programação, António Pinto Ribeiro, assentando em quatro eixos: a questão indígena, a afro-descendência, as migrações e a criação contemporânea.

O que podemos ver?
 No Museu da Fundação Arpad Szenes Vieira da Silva

Starting this Saturday, Lisbon is officially the Latin-American Capital of Culture with various events happening throughout the entire year. These are our suggestions for you.

 

Starting the 7th of January, Lisbon is officially the Latin-American Capital of Culture, offering an extensive program which will last all year long. This is the second time Lisbon takes on this role, first time was in 1994, moment that coincided with Lisbon being the European Capital of Culture. Following the theme ‘Past and Present’, there will be exhibitions, concerts, theatre plays, dancing, conferences and gastronomy events. More than 150 events to go to.
The program has as theme the ‘Past and Present’ which has been chosen by the coordinator of the program, António Pinto Ribeiro, pillared in four axis: the indigenous issues, the afro-descendants, the migrations and the contemporary creation.

 

 

What can we see?
In the Museu da Fundação Arpad Szenes Vieira da Silva

Imagem: Reprodução dibam

Exposição do espólio de Armindo Cardoso, fotógrafo português, forçado a exilar-se em 1965 por motivos políticos. Os seus quatro mil negativos a preto e branco estiveram enterrados durante três meses num jardim da casa em Santiago do Chile e esta é a primeira vez que são vistos pelo público.
Arte Urbana…
MURO – Galeria de Arte Urbana

An assets’ exhibition by Armindo Cardoso, Portuguese photographer, forced to exile in 1965 for political reasons. His 4,000 black and white negative images were buried for three months in a garden of a house in Santiago do Chile. This is the first time they will be shown to public.
Urban Art…
MURO – Galeria de Arte Urbana
Imagem: Reprodução Lisbon Lux
A acontecer em Marvila nos mesmos moldes de intervenção no Bairro Padre Cruz, contemplando  animação e espectáculos de rua. O programa inclui a realização de intervenções artísticas em muros durante os dias de 20 a 28 de maio, e eventos musicais nos últimos três dias com eventos musicais e atividades de animação. As intervenções artísticas serão realizadas por artistas de rua provenientes dos países abrangentes do espaço ibero-americano, nomeadamente países com menor divulgação/exposição neste universo artístico.
 Música
Waiting to happen in Marvila following the same pattern as in Bairro Padre Cruz, with animation and street shows. The program includes artistic drawings on walls during the 20th of May to the 28th of May, and music events in the last three days. The artistic activities will come to life thanks to street artists originary from all countries of the Ibero-American space, especially countries with less promotion in this artistic field.
Music...
Imagem: Reprodução Mi novio es mas joven
Canta Violeta Parra é uma homenagem à cantora chilena que em 2017 celebraria os seus 100 anos, a decorrer em Março, mês dedicado à mulher. O evento conta com a participação de várias artistas portuguesas.
Canções para Revoluções celebrando o 25 de abril. Para além de uma conferência e exposição  é proposto um concerto com a orquestra sinfónica portuguesa, coro e combo ligeiro reinterpretando canções de José Afonso, Chico Buarque, Carlos Puebla ou Mercedes Sosa.

 

Nas Festas de Lisboa

Canta Violeta Parra is a tribute to the Chilean singer who in 2017 will celebrate her 100 years, event that will occur in March, a month dedicated to women. The event relies on the participation of various Portuguese artists. Canções para Revoluções celebration the 25th of April. Beyond the conference and an exhibition, the proposal of a concert is being made, a concert with the Portuguese Symphonic Orchestra, the choir and combo reinterpreting songs by José Afonso, Chico Buarque, Carlos Puebla or Mercedes Sosa.

 

In the Festivals of Lisbon

Imagem: Reprodução RFM
Também a programação das festas de Lisboa, a decorrer durante o mês de junho, integra uma programação a contar com a cultura ibero-americana. O concerto de abertura será da responsabilidade da orquestra Gulbenkian interpretando obras de Joaquin Rodrigo, Arturo Marquez, Silvestre Revueltas, Manuel de Falla e Heitor Villa-Lobos. Nos dias 15, 16, 17  e 18 de Junho irão decorrer espectáculos de música, leitura de textos, contos e poemas, com a participação de músicos vindos do Perú, Brasil, México e Uruguai. Dia 1 de Julho a programação das Festas de Lisboa encerra com um Baile Latino ao ar livre na maior praça da cidade.
E há também teatro, bailado, conferências, colóquios, cinema, e muito mais!
Para mais informação, ver aqui.
Fonte: Rádio Renascença e site oficial da Lisboa Capital Ibero-americana da Cultura.
There is a program of the festivals of Lisbon, which will take place during the month of June. Joining this program is another that counts on the Ibero-American culture. The Gulbenkian Orchestra will be in charge of the opening concert, interpreting music by Joaquin Rodrigo, Arturo Marquez, Silvestre Revueltas, Manuel de Falla and Heitor Villa-Lobos.
During the 15th, 16th, 17th and 18th of June, there will be music concerts, stories and poetry readings with the participation of musicians coming from Peru, Brazil, Mexico and Uruguay. The 1st of July the festivals of Lisbon will end with an open space latin dance in the biggest square of the city. There will be theatre plays, dancing, conferences, cinema and a lot more!
For more information, click here.
Source: Rádio Renascença and official site of Lisboa Capital Ibero-americana da Cultura.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.