CulturaPortugalTurismo

Você conhece os segredos do Bolo-rei? / The secrets behind the “Christmas bread”

Já com a época natalícia no fim, é tempo de desmontar a árvore de Natal e comer o último pedaço de bolo-rei ou rainha para quem não gosta de frutas cristalizadas. Conhecem a história desta doce iguaria que nunca é esquecida nas mesas dos portugueses (e tantos outros lusófonos) durante esta época?
A tradição do bolo-rei não é só portuguesa e tem mais de 2000 anos de existência. Reza a lenda que o bolo representa as oferendas que os reis magos deram ao Menino Jesus quando nasceu. A côdea representa o ouro, as frutas cristalizadas e secas simbolizam a mirra e o aroma do bolo o incenso. A sua forma redonda e com um buraco no meio poderão simbolizar a coroa dos reis. Os seus ingredientes são simples: massa branca e macia com muitos frutos secos à mistura, uvas passas e por fim, as frutas cristalizadas para enfeitar. Há alguns anos era comum acrescentar no bolo-rei uma fava ou um brinde. Quem encontrasse a fava teria de pagar um próximo bolo-rei. A União Europeia entretanto proibiu essa tradição por razões de segurança e podemos comer o bolo-rei sem o risco de partir um dente ou ficar engasgado com uma fava…
The Christmas season is ending, and it’s time to dismantle the tree and eat the last piece of ”bolo-rei” (king’s cake) or ”bolo-rainha” (queen’s cake) for those who don’t like candied fruit. Do you know the story of this sweet treat which is never forgotten on the Portuguese table during the season?

The ”bolo-rei” tradition is not Portuguese and it has more than 2000 years old of existence. The legend tells us that the cake represents the Three Magi offerings to Baby Jesus when he was born. The cake’s crust represents the gold, the candied fruits symbolize myrrh and its sweet aroma is the incense. Its round shape with a hole in the middle has the shape of the crown. Its ingredients are simple: white and soft dough with many dried fruits mixed, dried grapes and for decoration the candied fruits.
Some years ago it was common to add in the ”bolo-rei” a broad bean and a small gift. Whoever found the bean had to pay the next cake. However, the European Union ended with this tradition for security reasons and we can eat the cake without loosing a tooth or getting choked with a bean…

Imagem: Reprodução Cleofas
O bolo-rei, contrariamente a que muitos pensam, surgiu em França no reinado de Luís XIV, para as festas de Ano Novo e dia de Reis. Com a Revolução Francesa o bolo foi proibido por causa do nome. Não há bolo-rei para ninguém! Vive la Republique! Felizmente como era bastante lucrativo e popular entre os gulosos o bolo não desapareceu, mudando o seu nome para gâteau des san-cullottes.
O bolo-rei em Portugal foi criado pela Confeitaria Nacional em Lisboa, por volta do ano de 1870, influenciado pela receita francesa. Mas o mesmo se passou com a Implantação da República em outubro de 1910. Ou o bolo mudava de nome, por que ‘’rei’’ era o símbolo da monarquia derrotada, ou desaparecia. Os pasteleiros mudaram a sua designação, mas com o passar do tempo recuperou o nome original. Ainda continuamos a chamar bolo-rei e arranjamos-lhe uma ”esposa”, o bolo rainha, que dispensa o doce das frutas cristalizadas.
Fonte: As Nossas Voltas
The ”bolo-rei”, contrary to what many believe, appeared in France during the Louis XIV reign for the New Year’s Eve festivities and Kings’ day. With the French Revolution the cake was forbidden because of its name. No longer king’s cake for you ! Vive la Republique!
Fortunately, as it was quite profitable and popular among the most greedy the cake didn’t disappear, changing its name to gâteau des san-cullottes.
The ”bolo-rei” in Portugal was created in Confeitaria Nacional, in Lisbon around 1870, influenced by the French recipe. But the same happened with the Republic Revolution in October of 1910. The cake must change the name, as ”rei” (king) is a symbol of the defeated monarchy. The pastry-cooks obeyed, changed its name but time made it come back. We still call it ”bolo-rei” and we managed to find a ”bolo-rainha” (queen’s cake) which dismisses the candied fruit sweetness.
Source: As Nossas Voltas

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.