Cultura

Brasileiras produzem documentário sobre papel das mulheres na capoeira

O documentário “Mulheres da Pá Virada” – idealizado pelo grupo Maria Felipas – retratará a história de 12 mulheres baianas que tiveram um papel importante na história da capoeira, afirma o jornal Correio. Com isso, o grupo pretende quebrar lógicas de opressão e silenciamento que são típicas na história.

 

O projeto – que conta com um apoio da Fundação Gregório de Mattos e da Prefeitura de Salvador – é o primeiro que tem mulheres na capoeira como foco da obra e precisa complementar o orçamento para ser realizado. “Embora existam alguns materiais que abordem o tema como o livro, ‘A Mulher Entrou na Roda’, de Mestra Bel (Izabel Cordeiro); curtas no YouTube e trabalhos acadêmicos, documentários sobre este tema ainda não são uma realidade”, avalia a pesquisadora e contramestra Lilu. Isso porque as mulheres sempre sofreram preconceito.

 

A especialista lembra que além do preconceito externo, há o interno. Além da pressão social, a mulher precisa lidar com a falta de oportunidade e invisibilidade nas rodas de capoeira. Um indicativo de invisibilidade que motiva o trabalho do Grupo de estudos é o número de mestras de capoeira que é muito inferior ao de mestres, segundo a contramestra Lilu. “Por isso trabalhamos com os conceitos de invisibilidade e protagonismo no documentário”, afirma.

 

O coletivo abriu uma campanha online e pede doações para complementar o projeto. Para doar, basta ir ao Catarse.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *