CulturaPaísesPortugal

Projeto em Portugal ensina a idosos a arte do graffiti. Veja o resultado!

(Imagens: Divulgação Lata 65)

 

É comum ouvirmos o comentário “imagina isso nas mãos de uma criança”, mas e se aplicássemos a máxima a idosos? Do que seu avô ou avó seriam capazes com uma lata de tinta e aulas de graffiti?

graffitigang11-930x619

A Organização sem fins lucrativos Lata 65 está sediada em Lisboa e, desde 2012, já apresentou a arte “transgressora” do graffiti a mais de cem idosos.  No projeto, são realizados workshops (segundo a organização, já foram sete) ministrado por alguns dos melhores artistas urbanos da atualidade.

lata

Dentre os objetivos dos workshops está aproximar os “menos jovens” a uma forma de expressão habitualmente associada aos mais novos e demonstrar que a arte urbana tem o poder de fomentar, promover e valorizar a democratização do acesso à arte contemporânea, pela simplicidade e naturalidade com que atinge as mais variadas faixas etárias.

graffitigang5

 

graffitigang6

Em entrevista exclusiva à Conexão Lusófona, Lara Seixo Rodrigues, uma das fundadoras e coordenadora do projeto, contou como é o perfil de participantes e destacou a história que mais a marcou nestes três anos de ação.

graffitigang20-930x620

 

11328225_804864039622553_1240704814_o

Segundo a coordenadora, cerca de 90% dos participantes são mulheres. Deste grupo, ela destaca Luísa Cortesão, uma médica de 65 anos que participou do primeiro grupo, em 2012, e “nunca mais parou de pintar na rua”. Nas palavras de Lara:

– Ela não tinha qualquer formação artística, hoje ajuda a dar formação nos encontros, recebe convites de outros artistas, faz os próprios moldes de stencil e já foi até apanhada pela polícia enquanto grafitava! Os policiais ficaram sem reação quando se notaram que se tratava de uma senhora a pintar…

Prova do talento desta senhora é a sua página no facebook, onde ela registra todas as obras e participações em murais. Pelas suas mãos, figuras fantasiosas como fadas e bruxinhas ganham os muros da cidade.

residendeL

residendeL2 copy

Para os próximos meses, o projeto toma a estrada em mais quatro workshops:

– Neste verão estaremos numas aldeias de Castelo Branco nos dias 19 a 21 de junho, no Festival das Aldeias Artísticas. Em julho, de 22 a 28, iremos estar em três aldeias de Montemor o Velho, uma acção das juntas de freguesia de Verride, Abrunheira e Reveles – destacou Lara.

LATA 65 é uma iniciativa para idosos no âmbito da arte urbana, na sua gênese desenvolvida pelo Coworklisboa em parceria com o Wool – Festival de Arte Urbana da Covilhã.

 

Leia também: 

>> Bairro problemático na periferia de Lisboa vira galeria de arte

>> Rio é fotografado do espaço para a criação do maior GIF do mundo

>> Lenda da arte urbana, Martha Cooper destaca arte de rua dos Açores

Previous post

Assembleia da República recruta assessores

Next post

Greenpeace afirma que Portugal é uma das entradas da madeira ilegal vinda de África

1 Comment

  1. Susana
    26 Setembro, 2015 at 8:32 — Responder

    Saludos desde Salamanca España, enhorabuena por el proyecto maravilloso. Ustedes tienen que conocer el proyecto de Le Marte, Zoes, recuperación y revitalización del Barrio del Oeste en Salamanca a través del graffiti y el arte urbano. Además a raíz de éste, surge un edificio cultural: La Salchichería, en la plaza del Barrio. Visiten las webs, busquen en google y youtube. Si me contactan por mail envío documentación. Me interesa mucho saber algo más de su proyecto.
    Hoy 26/09 lo han pasado muy fugazmente en un programa de la televisión española de emprendedores en el canal 2 hacia las 8 horas de la mañana. Solo comentaron y pusieron alguna imagen.
    Felicitaciones y cordial saludo Susana.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *