AngolaEconomiaPaíses

Angola retomará a lapidação de diamantes em fevereiro

(Imagem: Bugsy Sailor via Compfight cc )

A fábrica de lapidação de diamantes de Angola retomará as atividades no dia 4 de fevereiro, em Luanda, afirmou no último sábado o presidente da concessionária Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama), Carlos Sumbula. As informações são do portal Macauhub.

A fábrica da Sociedade de Comercialização de Diamantes de Angola (Sodiam), subsidiária da diamantífera estatal angolana Endiama e que representou um investimento de 10 milhões de dólares, envolvia uma parceria com investidores estrangeiros.

– A fábrica de lapidação não correu bem porque o parceiro não foi bem escolhido – , admitiu, em junho de 2014, o ministro da Geologia e Minas de Angola, Francisco Queiroz.

Esta primeira unidade de lapidação de diamantes de Angola foi anunciada pelo governo angolano em 2005 como uma “viragem histórica” na indústria diamantífera do país, por permitir aumentar substancialmente as receitas estatais no processo de comercialização de diamantes, a segunda maior fonte de riqueza nacional, logo após o petróleo.

A criação desta fábrica envolveu, à data, a Sodiam, empresa estatal criada em 1999 com o exclusivo da venda dos diamantes produzidos no país, a britânica LLD Diamonds e um consórcio angolano, formando então a empresa Angola Polishing Diamonds.

Ao discursar na cerimônia que marcou os 34 anos de existência da concessionária, Carlos Sumbula anunciou que a empresa que dirige vai procurar acelerar a prospecção diamantífera a fim de descobrir os kimberlitos (rochas que contêm diamantes) existentes em Angola.

Sumbula disse ainda terem sido feitos estudos que revelam que os diamantes explorados ao longo dos últimos cem anos representariam apenas uma pequena parte do potencial existente em território angolano.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.