AngolaPolítica

As relações entre Angola e Portugal estão a recuperar o fôlego novamente

Angola e Portugal viveram recentemente momentos “tumultuosos” no que concerne a diplomacia e cooperação de ambos os países. As “temperaturas” aumentaram devido a Operação Fizz que envolve o ex-vice-Presidente Manuel Vicente, uma tensão que foi sentida também na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.  

 

O Tribunal da Relação enviou o processo de Manuel Vicente para Angola, o que foi bem visto pelo executivo angolano, anunciando  “a vontade” de Angola e Portugal seguirem com a cooperação: 

Questionado sobre essa mudança da justiça portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa rejeitou interferência na esfera judicial ao comentar decisão sobre caso Manuel Vicente. O Ministro de Defesa de Portugal que está em Angola, em agenda de visitas a diversas unidades militares e a assinatura do novo Programa-Quadro de Cooperação para 2018-2021.

 

À saída da audiência com João Lourenço, Presidente de Angola, em declarações aos jornalistas, afirmou que Angola e Portugal partilham uma relação de “história comum, de amizade e de cooperação, que evidentemente não é perturbada por pequenos incidentes”.

 

Por Lisboa, os chefes da diplomacia portuguesa e angolana avançaram nas conversações para iniciar a preparação da visita do primeiro-ministro português, António Costa, a Luanda, que é um “objectivo totalmente prioritário” para Portugal que possui a intenção de retomar a revisão do programa executivo de cooperação e tratar da agenda bilateral, “que é muito rica”. Recorde-se que esta visita do António Costa a Luanda, chegou a estar prevista para o ano passado.

 

 

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.