Cabo VerdeEducaçãoPolítica

Cabo Verde propõe a Michelle Obama alargamento de programa de educação feminina a países lusófonos

Leya

 

A primeira-dama de Cabo Verde, Lígia Fonseca, encontrou-se esta segunda-feira (27 de junho) com Michelle Obama, na ilha do Sal, onde a primeira-dama norte-americana chegou no domingo à noite para uma escala antes de iniciar uma viagem à Libéria e a Marrocos, para promover o acesso de jovens mulheres à educação.

 

Segundo a agência Lusa, a primeira-dama cabo-verdiana relatou aos jornalistas que, durante o encontro, propôs a Michelle Obama o alargamento do referido programa aos países africanos lusófonos.

 

– Ao nosso naturalmente, na vertente de aperfeiçoamento de algumas áreas, como o inglês ou as ciências exatas, mas também estender este programa, através da nossa intervenção e da nossa voz, aos outros países com os quais temos relações muito próximas e muito fraternas como são os casos da Guiné-Bissau, Angola, Moçambique e São Tomé e Príncipe – disse Lígia Fonseca, citada pela Rádio de Cabo Verde.

 

 

Michelle Obama aterrou no domingo na ilha do Sal, em Cabo Verde, onde passou a noite antes de iniciar uma viagem à Libéria e a Marrocos. A viagem faz parte da iniciativa “Deixem as Meninas Estudar“, um programa de governo dos EUA que visa incentivar a frequência e permanência de meninas e adolescentes na escola.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.