AngolaBrasilCulturaPaísesUncategorized

Novela brasileira “samba na cara” de Jikulumessu com beijo gay na televisão

 (Imagem: Reprodução)

O beijo gay de José Mayer e Klebber Toledo em “Império” (Globo) está dando o que falar na internet. Os nomes dos dois atores estão entre os trending topics do Twitter, após uma cena em que o casal Cláudio (José Mayer) e Leonardo (Klebber Toledo) conversa sobre o relacionamento e decide assumir o namoro.

A comoção no Twitter foi geral, em especial pelo histórico de “pegador” de Zé Mayer (conhecido por interpretar personagens com as mais belas parceiras), mas muitos telespectadores se frustraram pela falta de um beijo mais intenso, já que os atores trocaram somente um “selinho” (beijo rápido).

Em entrevista, José Mayer disse não ter sido novidade para ele viver na tela um romance gay. O ator defende que relacionamentos devem ser mostrados de forma natural, independente da orientação sexual.

– Beijos são naturais e normais entre casais de qualquer tipo. Acho falsa essa expectativa em relação a beijos espetaculares, típicos de fim de novela. Beijo gay existe o tempo todo e não precisa ser espetaculoso, e sim cotidiano e natural – afirmou.

Convém lembrar que o tão esperado “selinho” acontece só no fim da trama. Ao longo da novela, que estreou em julho de 2014, três cenas de beijo entre os personagens que estavam previstas no roteiro não foram exibidas. Em pesquisa realizada pela Globo, como é de praxe na emissora para descobrir quais temas são bem aceitos e quais são rejeitados pelos telespectadores, foi comprovado que o público não é contra tramas envolvendo homossexuais, mas se mostrou incomodado com o excesso de personagens gays na novela.

Não foi a primeira vez que dois homens se beijaram numa trama do horário nobre da Globo. No ano passado, Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) tiveram um desfecho romântico em “Amor à Vida” após virarem tema de campanha na internet.

Em fevereiro, a novela angolana Jikulumessu viu a sua transmissão ser suspensa da Televisão Pública Angolana (TPA), devido à exibição de uma cena onde os atores Pedro Hossi e Liazlio Almedia, que interpretam as personagens Carlos Nambe e Gerson Cange Gonçalves, se beijam na boca.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.