MundoPolítica

TPI condena antigo vice-presidente do Congo

Leya

 

Trata-se de Jean-Pierre Bemba, antigo vice-presidente da República Democrática do Congo, que foi condenado no passado dia 21 de Junho a 18 anos de prisão pelo Tribunal Penal Internacional, acusado de liderar uma campanha de violação e assassinatos na vizinha República Centro Africana.

 

Esta foi a primeira vez que o Tribunal Penal Internacional considerou a violação como crime de guerra e crime contra a humanidade. Outros tribunais internacionais como o das Nações Unidas no Ruanda e na antiga Jugoslávia já haviam considerado o mesmo.

 

Bemba é o dirigente político de mais alto nível a ser condenado pelo TPI depois de ter sido condenado em Março por cinco acusações de crimes de guerra e crimes contra a humanidade.

 

As atrocidades foram cometidas pelo exército privado de Bemba, o Movimento de Libertação Congolês (MLC), enviado para a vizinha RCA no final de 2002 para acabar com um golpe contra o Presidente Ange-Félix Patassé, onde desencadearam uma campanha de terror que durou cinco meses, destinada a esmagar qualquer resistência ao governo de Patassé.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.