CulturaPortugalTurismo

Vhils é personalidade do ano para a Associação da Imprensa Estrangeira

Leya

 

Distinguido por ter contribuído “para levar o nome do país ao exterior” em 2015, Vhils foi condecorado no dia 17 de Maio pelo ministro da Cultura português, Luis Filipe Castro Mendes, como personalidade do ano para Associação da Imprensa Estrangeira.

 

Alexandre Farto ou simplesmente Vhils, tem 28 anos e captou a atenção do mundo a ‘escavar’ muros com retratos, um trabalho que tem sido reconhecido a nível nacional e internacional e que já levou o artista a vários cantos do mundo.

 

Para Castro Mendes, Vhils “encarna com grande brilho a dimensão internacional que os portugueses sabem assumir, não só pelas muitas exposições que tem feito, mas também pela obra notável que espalhou pelas ruas de cidade como Nova Iorque, Berlim, Paris, Moscovo, Hong Kong e até a estação espacial internacional”.

 

Una foto publicada por Vhils (@vhils) el

 

A técnica que notabilizou Vhils consiste em criar imagens, em paredes ou murais, através da remoção de camadas de materiais de construção, criando uma imagem em negativo.

 

Já em 2014, Alexandre Farto inaugurou a sua primeira grande exposição numa instituição nacional, o Museu da Eletricidade, em Lisboa. “Dissecação/Dissection” atraiu mais de 65 mil visitantes em três meses.

 

Una foto publicada por Vhils (@vhils) el

 

Destaca-se ainda o facto de em 2015, o trabalho de Vhils também ter chegado ao espaço, à Estação Espacial Internacional (EEI), no âmbito do filme “O sentido da vida”, do realizador Miguel Gonçalves Mendes.

 

Paralelamente ao desenvolvimento da sua carreira criou, com a francesa Pauline Foessel, a plataforma Underdogs, projeto cultural que se divide entre arte pública, com pinturas nas paredes da cidade, e exposições dentro de portas, em Lisboa.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.