EconomiaPaísesPortugalSão Tomé e PríncipeSustentabilidade

São Tomé e Príncipe produzirá energia a partir de resíduos

(Imagem: Reprodução Captação do Youtube)

Teve início em São Tomé e Príncipe um projeto de transformação de resíduos em energia, visando, sobretudo, a proteção florestal no arquipélago, anunciou nesta terça-feira o diretor-geral do Ambiente.

Arlindo de Carvalho disse que o projeto, com um custo estimado em mais de 700 mil dólares na sua primeira fase, conta com financiamento do Fundo Português do Carbono e está a ser desenvolvido em parceria com a Direção-Geral do Ambiente do Ministério dos Recursos Naturais de São Tomé e Príncipe.

– Trata-se de uma fase de teste com o objetivo de se substituir a utilização de madeira como combustível, diminuindo a emissão de gases e protegendo a floresta -, adiantou Arlindo de Carvalho, momentos após o lançamento do projeto na presença de Maria Martins, representante da empresa portuguesa Ecovisão, que fará a implementação.

Segundo informações do portal Macauhub, além de fomento de energia renovável, o projeto tem como pano de fundo a proteção da floresta, sobretudo na zona norte da ilha de São Tomé, (Guadalupe e Neves), devastada em consequência de derrube de árvores para a utilização como lenha e para a produção de carvão vegetal, bem como para a construção de casas em madeira.

 

Previous post

Existe lusofonia sem liberdade de circulação?

Next post

Com este passaporte, você terá acesso gratuito a 43 museus do Rio de Janeiro

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *