AngolaEconomiaPaíses

Angola poderá ser auto-sustentável na produção de combustíveis em 2017

(Imagem: Jose Carlos Costa, Flickr)

Angola, segundo maior produtor de petróleo da África subsaariana, poderá ser auto-suficiente em gasolina e gasóleo em 2017, previu o presidente do conselho de administração da Sonangol, Francisco de Lemos José Maria.

A auto-suficiência deverá ser possível com o início do funcionamento da nova refinaria da empresa Soyo, obra de duas construtoras chinesas que deve ser concluída num prazo de 26 meses. A nova refinaria ocupará uma área superior a 220 hectares na província do Zaire, maior produtora de crude em Angola.

– Com a conclusão deste projeto e a refinaria de Luanda, esperamos reduzir por completo as importações dos principais produtos, a começar pelo gasóleo, cujo défice é muito elevado, e também a gasolina – explicou Francisco de Lemos José Maria, em entrevista publicada pelo portal Africa21.

Angola importou cerca de 40% dos combustíveis consumidos no país no primeiro trimestre deste ano devido à reduzida capacidade de refinação no seu território. Segundo dados do Ministério dos Petróleos, no mesmo período, a refinaria principal de Luanda produziu cerca de 574,4 mil toneladas de petróleo bruto, um quinto da quantidade necessária ao país.

Segundo um relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI), a refinaria nacional é considerada “bastante ineficiente”, com custos de produção que superam os dos combustíveis importados.

(Imagem: Andreas Spörri, Flickr)

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.