AngolaPolíticaSociedade

Angola vai estudar bons exemplos de integração e recuperação de antigos combatentes

Leya

 

Coreia do Sul e Índia são os destinos de uma delegação angolana para reforçar as relações de cooperação com os dois países, numa digressão onde o ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Cândido Van-Dúnem, e respetiva comitiva, vai centrar conversações na proteção e reinserção de antigos combatentes, tanto em Angola como nos referidos países asiáticos.

 

A diretora nacional de Assistência e Reintegração Socioeconómica do Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Elsa Major, avançou com o objetivo de reforçar as relações de cooperação com os dois países, fundamentalmente no âmbito das políticas sociais vocacionadas «para o antigo combatente».

 

“Vamos receber inputs relativos às tecnologias de informação implementadas para o recenseamento e controlo dos antigos combatentes naqueles países e o processamento, assistência, reintegração socioeconómica e processamento a nível de pensões”, disse, acrescentando:

 

“Vamos fazer uma abordagem sobre a lei que vigora nestes países em relação à proteção dos antigos combatentes, porque gostaríamos de saber como é aplicada”, explicou.

 

O Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria é o Departamento Ministerial auxiliar do titular do Poder Executivo, encarregue de propor a formulação, conduzir, executar e velar pela implementação da política do Executivo no domínio dos antigos combatentes e veteranos da pátria.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.