BrasilEconomiaPaíses

Aos 19, brasileiro já recusou convite do Google e hoje tem 500 mil clientes

Chama-se João Pedro Motta, tem 19 anos, nasceu em Governador Valadares no Estado de Minas Gerais é filho de um advogado e de uma professora de português e quando tinha 14 anos recebeu propostas de trabalho do Twitter e da Google. Rejeitou as duas e criou a sua própria startup, a Plaay, um serviço de streaming de músicas com mais de 20 milhões de temas, totalmente gratuito que já conta com mais de 500 mil utilizadores. Um autêntico sucesso.

O percurso deste empreendedor é no mínimo curioso. Foi na rede social Orkut que começou o seu gosto pela programação e foi também por causa dela que deu os primeiros passos nesta área. Criou uma aplicação chamada Orkut Tools que tornava possível enviar scraps coloridos e em negrito, para além de incluir uma função que permitia enviar mensagens para todos os amigos. O Orkut Tools teve tanto sucesso que virou blogue. O blogue teve tanto sucesso que virou portal. Assim nasceu o Web Dicas, o portal que lhe valeu o convite para trabalhar no Twitter, depois de ter descoberto um erro de escrita de programação na famosa rede social americana. Sonho de qualquer um? Claro, mas não de um jovem de 14 anos, a idade que tinha na altura. O Twitter, á data, não o sabia, João nunca o revelou, limitou-se a rejeitar a proposta. Aceitou outras de trabalhos pontuais. Colaborou com empresas como a Disney, para quem fez apps. Aos 16 anos era autónomo, sustentava-se sozinho e mudou-se para a cidade.

Em 2013 juntamente com o amigo Anderson Ferminiano, com quem já dividia casa, lançou a Plaay, a aplicação que deu origem à startup. Logo de início tiveram o patrocínio da Pepsi.

Nada mau para alguém que só agora vai iniciar o seu percurso académico, em Economia ou Estatística, no seu local de eleição, os Estados Unidos da América.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.