DesportoMoçambique

FIFA congela fundos para Moçambique

A FIFA surpreendeu o futebol moçambicano ao anunciar o congelamento de fundos à Federação moçambicana de Futebol (FMF), devido à não justificação dos fundos disponibilizados para Moçambique em 2014. Segundo os enviados da FIFA, que trabalharam na sede da FMF, as contas apresentadas não conferem com os valores alocados, faltando documentos importantes.

 

Os elementos da FIFA não acreditaram nos resultados da auditoria feita por uma empresa de auditotia moçambicana, requerendo uma auditoria internacional de reconhecida competência para verificar todas as contas do exercício.

 

Este ano a FIFA alocou um milhão e cinquenta mil dólares norte-americanos a cada associado, um aumento substancial e que, segundo o gestor de Programas de Desenvolvimento para África, se justifica pela disputa das eliminatórias para o Mundial-2018, que terá lugar na Rússia. Ao todo foram adicionados 500 mil dólares, mais 300 mil destinados ao bónus. Anualmente, regra geral, a FIFA atribui 250 mil dólares aos filiados.

 

Enquanto esta situação não for resolvida, o país não vai receber mais financiamentos daquela instituição, esclarecendo que a FMF tem neste momento 60 mil dólares (cerca de 56 mil euros) na conta que não devem ser utilizados, uma vez que não serão libertados enquanto decorrer o congestionamento.

 

Alberto Simango Júnior, presidente da FMF, deixou tudo em aberto, afirmando que não pode dizer se encontrou dinheiro ou não nos cofres da Federação, pois está em curso uma auditoria que o seu elenco mandou fazer para poder pronunciar-se com propriedade.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.