BrasilDesporto

Ginástica masculina rende três medalhas ao Brasil

Leya

 

A ginástica masculina rendeu três medalhas para o Brasil na Rio 2016.

O Brasil se saiu bem na final da ginástica artística masculina e ganhou duas medalhas na final do solo com Diego Hipolyto e Arthur Nory Mariano que foram respectivamente prata e bronze. Os brasileiros estrearam bem no solo e se mantiveram ao longo da competição com a segunda e a terceira maiores notas.

 

Diego atingiu 15.533 pontos e Arthur 15.433. Whitlock, que ficou com o ouro, marcou 15.633 pontos.

(Imagem: RicardoBufolin, CBG)
(Imagem: RicardoBufolin, CBG)

Já o ginasta Arthur Zanetti conquistou a medalha de prata na final da prova de argolas. O atleta alcançou nota 15.766 e ficou atrás apenas do grego Eleftherios Petrounias, atual campeão mundial, que fechou a série com nota 16.000. O bronze ficou com o russo Denis Abliazin, que pontuou 15.700.

 

Arthur Zanetti, 26 anos, foi campeão olímpico nas argolas nos Jogos de Londres, em 2012. O brasileiro coleciona ainda três pódios mundiais: um ouro, em 2013, e duas pratas, em 2011 e 2014.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.