Economia

Guiné-Bissau é um país seguro e estável para os investidores

Portugal e Guiné-Bissau têm uma relação secular e de conhecimento mútuo, pelo que muito estreitos devem ser os laços do presente e do futuro, imbuído deste espírito que o embaixador da Guiné-Bissau em Portugal, Hélder Vaz desafia os empresários portugueses a investirem no país que representa em Lisboa.

 

Um convite feito à margem da Conferência “Relações UE – África: Desenvolvimento“, promovida pela Câmara de Comércio e Indústria Portugal Guiné-Bissau, onde passou em revista as relações económicas, diplomáticas e afetivas entre os dois países.

 

Sobre os atritos existentes entre Lisboa e Bissau em momentos pontuais, frisou que o seu país “são daqueles que têm relações de sentimentos mais profundas com Portugal, e é por isso que às vezes as zangas são mais crispadas, porque somos irmãos”.

 

 Garantiu haver condições de estabilidade para um investimento seguro. “Estabilidade haverá com certeza; havendo fartura e riqueza não há instabilidade de certeza”, fundamentou o diplomata guineense.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.