PaísesPortugalSaúdeSociedade

Há poucos indicadores em que Portugal seja líder na União Europeia, (infelizmente) a obesidade é um deles

(Imagem: Reprodução Corredores Anónimos)

 

No sábado comemora-se o Dia Nacional de Luta Contra a Obesidade e David Carvalho, Presidente da Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade, veio alertar para os indicadores alarmantes que o país revela neste capítulo.

Segundo o último estudo da União Europeia na matéria, Portugal tem uma das maiores taxas de obesidade infantil e adulta, dentro do espaço europeu.

Os motivos são vários, mas David Carvalho destaca o pouco tempo que as pessoas têm para se dedicarem ao exercício físico.

Há mais consumismo e menos disponibilidade para a atividade física. As pessoas passam muito tempo nos transportes, têm uma vida mais sedentária, uma tendência para refeições rápidas e ricas em gordura” afirmou, tendo ainda destacado a dificuldade em chegar às pessoas naturalmente mais inativas.

As alterações à dieta tipicamente mediterrânica também ajudam a explicar a evolução negativa “Hoje feijão e grão é comida de pobre!”.

Segundo estudos da Organização Mundial de Saúde há hoje em todo o mundo dois mil milhões de pessoas com excesso de peso e 600 milhões de obesos. Em Portugal o número de obesos já ascende a um milhão.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.