PortugalSustentabilidadeTurismo

Lisboa vai ter 1.400 bicicletas para partilhar

Até 19 de novembro, decorre um concurso público, promovido pela EMEL, para a “aquisição, implementação e operação do Sistema de Bicicletas Públicas Partilhadas (SBPP) na cidade de Lisboa”, que tem um valor base de 28.904.000 euros e um prazo contratual de 108 meses – nove anos -, segundo a informação publicada em Diário da República.

 

Segundo a empresa, serão 1.400 bicicletas e as 140 estações [postos de recolha] que estarão espalhadas em zonas estratégicas ao longo da cidade de Lisboa.

 

Em Portugal já existem outras cidades com sistemas de bicicletas partilhadas, como Cascais e Aveiro, mas não existe ainda um sistema de partilha de bicicletas em meio urbano de cariz essencialmente utilitário, pensado como alternativa ou complemento a outros meios de transporte. Resta saber se este sistema terá turistas ou lisboetas como público-alvo.

 

Em junho, em declarações à Lusa, o presidente do conselho de administração da EMEL, Luís Natal Marques, anunciou que a empresa iria criar uma rede de 1.200 (agora passaram a ser 1.400) bicicletas partilhadas, distribuídas pela zona alta da cidade e pela frente ribeirinha, projeto que deverá estar em funcionamento no próximo ano.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.