Cabo VerdeSão Tomé e PríncipeSociedade

Livro “Herdeiros da Escravatura” retrata vida de contratados cabo-verdianos em São Tomé

Leya

 

As condições de vida dos cabo-verdianos em São Tomé e Príncipe são o tema do livro “Herdeiros da Escravatura“, que reúne mais de cinquenta relatos na primeira pessoa com os porquês da emigração para São Tomé, o modo de vida no tempo colonial, o desencanto da independência e a degradação das condições de vida das comunidades cabo-verdianas no país.

(Imagem: Reprodução Herdeiros da Escravatura)
(Imagem: Reprodução Herdeiros da Escravatura)

O livro, da autoria do cabo-verdiano nascido em Angola Luís Neves e do português Pedro Matos, presta tributo aos antigos contratados do regime colonial português, que partiram para São Tomé e Príncipe nas décadas de 40, 50 e 60 e nunca regressaram a Cabo Verde.

 

– O livro nasceu da necessidade de documentar as duras condições de vida das comunidades cabo-verdianas em São Tomé e Príncipe, que recorreram à emigração como o último recurso para tentarem melhorar as suas difíceis condições de vida em Cabo Verde – relatou Pedro Matos em entrevista à Agência Lusa.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.