AngolaCulturaMoçambique

Mia Couto e Agualusa incentivam jovens escritores em Moçambique

Leya

 

A iniciativa designa-se “Oficinas Literárias” e selecionou 20 jovens talentosos, que participam de seminários sobre literatura, sob a orientação do escritor moçambicano Mia Couto e do angolano José Eduardo Agualusa, criadores do projecto.

 

Nesta iniciativa, pretende-se divulgar os novos talentos e incentivar a escrita em Moçambique e a mesma conta com o apoio financeiro da fundação suíça Rolex.

 

A ideia, por um lado, consiste em selecionar textos de poesia e de prosa para os autores participarem em alguns seminários e aprenderem mais sobre como escrever este tipo de literatura. Por outro lado, pretende-se divulgar talentos literários e incentivar a escrita e a leitura.

 

Falando para a DW (África), Mia Couto disse que o maior objectivo é incentivar e motivar os novos autores:

 

– É preciso uma qualidade básica, mas não estamos à espera de gente que já esteja no fim do percurso. A ideia é de encorajar para que possam progredir – afirmou.

 

Essas oficinas podem ser consideradas uma espécie de escola de letras para os escritores desconhecidos. No acto da selecção, os jovens escritores submeteram os seus textos e José Eduardo Agualusa, no conto, e Mia Couto, na poesia, fizeram a seleção das melhoras obras.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.