CulturaMoçambique

Moçambique cria Comité de Óscares para promover candidatura de filmes nacionais

Brevemente Moçambique passará a contar com um Comité de Óscares, que tem o objectivo de garantir a candidatura de filmes moçambicanos na corrida aos prémios de cinema mais mediáticos do mundo.

 

 

Segundo Djalma Lourenço, do Instituto Nacional Audiovisual e Cinema, a ideia surgiu no âmbito da candidatura do último filme do cineasta moçambicano Licínio Azevedo, Comboio de Sal e Açúcar, candidatura que acabou por não ser selecionada por falta de verba para promoção.

 

 

O comité tem como integrantes o escritor moçambicano Ungulani Baka Khossa, a actriz Iva Mugalela, os cineastas João Ribeiro, Yara Costa e Karl de Sousa e o reitor da Universidade Pedagógica, Jorge Ferrão.

 

 

Moçambique produz uma média de trinta filmes anualmente e maioria são documentários institucionais, facto associado pelos cineastas à falta de patrocínio de produções de ficção.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.