CulturaPortugalSociedade

O maior bairro social da Europa vai-se transformar numa mostra de arte urbana

Leya

 

O Bairro Padre Cruz, na freguesia de Carnide, em Lisboa, vai receber o primeiro Festival de Arte Urbana da capital lisboeta de 30 de abril a 15 de maio.

 

Conhecido por ser o maior bairro social da Europa, a realização deste evento ajudará a reabilitar a imagem não só deste, mas de todos os bairros sociais da capital e do país, sobretudo numa altura tao conturbada, devido aos acontecimentos recentes num outro bairro social lisboeta, na zona da Ameixoeira, onde polícias e habitantes locais se envolveram em confrontos com troca de tiros.

 

 

O Festival de Arte Urbana conta com curadores como Vhils, Lara Seixo Rodrigues e Pariz One, e será mais uma oportunidade de crescimento para um movimento cada vez em maior expansão, em Portugal e no mundo.

 

Fábio Sousa, Presidente da Junta de Freguesia de Carnide, uma das principais impulsionadoras da iniciativa, juntamente com a Galeria de Arte Urbana (GAU), revelou que o projeto será “uma galeria a céu aberto, com o seu epicentro no bairro onde residem cerca de 5500 pessoas, mas que terá repercussões um pouco por toda a cidade.

 

O festival contará com a presença de 30 artistas, que realizarão 50 intervenções, numa área total de 2500 metros.

 

Em Lisboa há um outro bairro problemático que mudou o seu destino e virou galeria de arte

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.