PortugalSociedade

Portugal: um quarto dos jovens considera “normal” algumas formas de violência no namoro

Um estudo sobre a prevalência e legitimação da violência no namoro, desenvolvido nos últimos quatro meses pela União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), inquiriu jovens do Grande Porto, Braga e Coimbra.

 

Os dados revelam que quase um terço dos rapazes (32,5%) acha legítimo exercer violência sexual e que 14,5% das meninas não considera violência ser forçada pelo próprio namorado a beijá-lo ou ter relações sexuais com ele.

 

O estudo apontou ainda que quase um quarto (22%) da totalidade de jovens entrevistados considera “normal” algumas das formas de violência.

 

– É ainda uma percentagem mesmo muito alta haver 22% a considerar normal algumas das formas de violência declarou a criminóloga Cátia Pontedeira, da UMAR, em entrevista à Agência Lusa.

 

A pesquisa foi realizada no âmbito do projeto Artways – Políticas Educativas e de Formação contra a Violência e Delinquência Juvenil e contou com adolescentes entre 12 e 18 anos, que revelaram que 7% dos jovens já tinham sofrido algum tipo de violência nas suas relações de namoro (incluindo aqui a violência física, sexual e/ou psicológica).

 

Leya

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.