EconomiaEducaçãoMundoPaíses

Produzir energia é agora uma brincadeira de criança. Literalmente!

(Imagem: Reprodução Brigham Young University)

 

Ben Arkham é um americano que se reformou do seu cargo de vice-Presidente da ExxonMobill e foi para o Gana, com a sua mulher, numa expedição de missionários cristãos. Chegado ao país constatou que um dos maiores problemas da população, sobretudo nas zonas do interior e mais rurais era a falta de luz elétrica. Este problema era particularmente gravoso nas crianças em idade escolar que não podiam estudar em casa à noite, quando regressados do trabalho no campo, algo bastante comum em comunidade de subsistência agrícola, onde todos têm de ajudar desde cedo. Com a sua experiência Ben começou a trabalhar numa forma de resolver esta questão juntamente com professores e alunos da Universidade de Brigham Young, nos Estados Unidos, onde Ben se licenciou e encontraram uma solução original, que tem facilitado a vida a milhares de crianças ganesas.

Ben Arkham criou a Empower Playgrounds, uma Organização Não Governamental (ONG) que se dedica a criar brinquedos que produzam energia. Como? É (mais ou menos) simples. A empresa criou um baloiço e um carrossel com um transformador no seu interior. O movimento gerado pela brincadeira das crianças é transformado em energia elétrica, e essa energia é depois usada para carregar lanternas inteligentes que são distribuídas aos alunos, para que levem para casa e tenham uma fonte de iluminação LED que lhes permita ler e estudar durante a noite.

As lanternas são o equivalente a uma lâmpada de 25 watts e depois de totalmente carregadas têm uma autonomia de 40 horas. A quantidade de energia produzida pelos baloiços e carrosseis depende sempre do número de horas que as crianças brincam, mas em média 30 minutos de brincadeira geram um nível de energia equivalente a 700 watts.

O projeto teve tanto sucesso que neste momento está implementado em quase todas as áreas rurais do Gana e há vários países a pedir a migração do mesmo.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.