AngolaBrasilCabo VerdeGuiné-BissauMoçambiquePaísesPortugal

Quase tanto como a língua, o futebol Liga NOS

(Imagem: Reprodução Liga Portugal)

 

Quando hoje, no Estádio Municipal de Aveiro, Sporting e Tondela derem o pontapé de saída, terá início a edição 2015-2016 da Liga portuguesa de futebol, agora conhecida como Liga NOS, tal como a marca de telecomunicações que a patrocina.

Ao todo são 18 equipas que vão lutar pela honra de ser campeão de Portugal, ou melhor, na verdade por essa honra só três vão lutar, mas sobre isso podem ler AQUI, que nós não nos vamos alongar.

De todas as ligas de todos os países de língua oficial portuguesa, a Liga de Portugal tem um atrativo extra. Em termos de diversidade é a que melhor representa esta comunidade.

Na verdade, a Liga portuguesa tem um contingente de estrangeiros assinalável, quase todos os clubes recorrem a talentos de foras de portas para valorizar os seus planteis, exceção feita ao Belenenses que tem um conjunto de jogadores 100% português.

O Brasil é o maior fornecedor de talentos, são ao todos 117 jogadores que vieram do “país do futebol” tentar a sua sorte em Portugal (só no Braga são 12 e no Estoril-Praia 11!). Depois segue-se Cabo Verde com nove representantes (Héldon – Rio Ave, Babanco – Estoril-Praia, Ricardo – Paços de Ferreira, Ricardo Gomes – Vitoria de Guimarães, Diney – Marítimo, Patrick – Moreirense, Kevin Sousa – Nacional, Nilson e Kisley – União da Madeira) e Moçambique (Zainadine – Nacional, Witi – Nacional e Ricardo Campos – União da Madeira) e Guiné-Bissau (João Lamine Jaquité – Tondela, Ivanildo – Académica e Cícero – Paços de Ferreira) com três cada. Angola tem apenas um (Dolly Menga – Tondela).

Curiosamente, nos três grandes (Benfica, FC Porto e Sporting), embora entre si perfaçam o total de 16 futebolistas brasileiros, não há qualquer jogador que represente Seleções dos países africanos de língua portuguesa, embora haja vários atletas com origens africanas e mesmo dupla nacionalidade, nomeadamente, Nélson Semedo do Benfica, que tem ascendência caboverdiana, tal como Hernâni, Varela e Ricardo Pereira do FC Porto, companheiros de Danilo Pereira que nasceu na Guiné-Bissau.

William Carvalho, uma das maiores promessas do Sporting e da Seleção portuguesa nasceu em Luanda, Angola, e o seu companheiro-estrela da Seleção portuguesa de sub-20, Gelson, nasceu em Cabo Verde, na Cidade da Praia.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.