EducaçãoPaísesPortugalSão Tomé e PríncipeSociedade

São Tomé e Príncipe terá escola de magistrados com o apoio da Universidade do Minho

(Imagem: Reprodução STP Press)

Uma parceria entre o Ministério da Justiça de São Tome e Príncipe e a Universidade do Minho, de Portugal, dará origem à Escola dos Magistrados judiciais e do Ministério Público. A escola também irá formar quadros da administração pública, além  de ter a missão de dar apoio à atividade legislativa.

Para o ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Roberto Raposo, a colaboração pedagógica, técnica e científica com uma instituição de renome internacional, como a Universidade do Minho, será de grande valor: “a ordem jurídica são-tomense sairá a ganhar”.

O reitor da Universidade do Minho, António Cunha, afirmou em entrevista à agência de notícias STP Press que esta parceria “exprime a vontade de São Tomé e Príncipe evoluir na consolidação e melhoria da sua estrutura judiciária e administrativa”.

No âmbito do acordo, inscrito no processo de reforma da justiça nacional, a Universidade do Minho vai disponibilizar docentes, enquanto o governo são-tomense se comprometeu a ceder as instalações e outras condições logísticas, visando a criação de um centro de estudos de ciências jurídicas no país.

 

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.