AngolaEconomiaMoçambiquePortugal

Companhia aérea angolana proíbe o transporte de Samsung Galaxy Note 7 nos seus voos

Leya

 

A polémica em torno do último modelo de celular do gigante sul-coreano continua e dessa vez foram as Linhas Áreas de Angola (TAAG) que tomaram a devida precaução. A medida da companhia angolana é tomada em cumprimento das recomendações de segurança operacional e na identificação de riscos associados ao transporte e uso do smartphone Samsung Galaxy Note 7.

 

Uma decisão semelhante já tinha sido tomada pela transportadora aérea portuguesa TAP, que referiu em comunicado: “por motivos de segurança, avisamos todos os clientes TAP que a partir desta data não poderão transportar os dispositivos móveis Samsung Galaxy Note 7, seja junto a si, em bagagem de mão ou bagagem de porão, em nenhum dos voos TAP”.

 

“Por favor não traga o seu dispositivo móvel para o aeroporto. Em caso de retenção do seu dispositivo no aeroporto, a TAP não tem possibilidade de o devolver, nem poderá ser responsável por ele durante a sua viagem”, refere a operadora aérea, aconselhando os passageiros “a contactar directamente com a Samsung para obter mais informações acerca do processo de recolha” do dispositivo.

 

Recorde-se que o fabricante sul-coreano do Galaxy Note 7 suspendeu a sua produção, dois meses depois do seu lançamento, devido a defeitos susceptíveis de provocar a explosão do mesmo, solicitando às pessoas que o adquiriram a desligarem o aparelho como medida de segurança.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.