EconomiaPortugalUncategorized

Vinho “Port” americano pode ameaçar o vinho do Porto

(Imagem: Reprodução jornal OJE)

Ao que parece o tradicional vinho do Porto pode estar em apuros.

Desde julho passado, a União Europeia e os Estados Unidos estão em negociações para a Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (de sigla inglesa TTIP), que pretende extinguir barreiras alfandegárias, facilitando a compra de bens e serviços em ambos os mercados.

Segundo o IVV (Instituto português da Vinha e do Vinho) o fato dos americanos não reconhecerem a denominação de origem controlada (DOC) dos vinhos portugueses pode apresentar um grande risco aos produtores do Douro. Isso porque os EUA tem apostado na marca “Port” para vinhos com as mesmas características do tradicional vinho do Porto. Isso representaria a possibilidade do mercado europeu ser invadido por vinhos americanos com denominações do gênero “Port Vintage” ou “Port Tawny”.

Segundo Frederico Falcão, responsável pelo IVV, os custos de uma campanha publicitária intensiva em todo o território europeu para explicar a diferença dos vinhos e as origens distintas representariam um custo elevadíssimo e uma operação bastante complicada.

Resta esperar para ver o desfecho desse acordo.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.