BrasilEconomiaMundo

Vírus Zika também já afeta a indústria automóvel

Aparentemente, o vírus Zika já não causa transtorno só para a saúde dos seres humanos, a epidemia também já obrigou uma marca do setor da indústria automóvel a operar uma grande mudança. Vamos à estória.

 

A Tata, produtora indiana de veículos que se notabilizou por ter comercializado o primeiro veículo low-cost, o Nano, lançou há não muito tempo uma das suas novas jóias da coroa, o Zica, um veículo um pouco mais caro que o Nano, mas com uma qualidade superior (o custo “demasiado baixo” do Nano levantou suspeitas junto do público quanto ao seu valor real e à sua qualidade, e as vendas ficaram aquém do esperado).

 

O que a marca não tinha como prever era que no momento de lançar o seu novo modelo a fonia ‘zica’ já estaria nas bocas do mundo pelos piores motivos, o vírus responsável pelo nascimento de bebés com microcefalia em várias geografias, pronucia-se da mesma forma e mesmo quanto ao grafismo só muda uma letra. A confusão que daí surgiria seria inevitável.

 

A marca está agora a avaliar a situação, mas é um dado praticamente garantido que a mudança de nome vai acontecer, não havendo ainda uma data para o anúncio da nova escolha.

 

Leya

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.