BrasilCulturaSustentabilidade

Carnaval ecológico no Rio com direito a bicicletário gigante para os foliões

Leya

 

No último sábado (18), o Bloco Brasil decidiu unir folia de carnaval com preservação do meio ambiente. A festa  incentivou os foliões a deixar os carros em casa e ir de bicicleta.

 

Na praia do Leme, junto a Praça Almirante Júlio de Noronha, zona Sul do Rio de Janeiro, foi colocado um bicicletário com capacidade para 500 bicicletas.

 

Durante a folia ecológica, os participantes receberam purpurina ecológica, biodegradável, feita de gelatina e corantes naturais. Um dos organizadores e vocalista do bloco, Carlo Zarro, explicou que a purpurina tradicionalmente vendida durante o carnaval é feita de plástico. Esses resíduos acabam poluindo o mar. “São micropartículas, e acaba indo tudo para o mar”, disse Zarro.

 

(Imagem: Blocobrasil, via Boadiversão)

 

(Imagem: Blocobrasil, via DeuzebraNoo)

 

As latas de bebida consumidas durante a festa, tradicionalmente jogadas no chão, foram recolhidas e entregues à associação de moradores do Morro da Babilônia, localizado no bairro. O valor arrecadado com a reciclagem das latas será revertido para os moradores.

 

O Bloco Brasil tem 18 integrantes fixos e chega a reunir em torno de 20 mil foliões no Leme. O bloco costuma se apresentar em outras partes do país, levando a experiência do carnaval do Rio de Janeiro. “A gente toca, no nosso repertório, música popular brasileira com a roupagem e a força da bateria de escola de samba. A gente faz um carnavalzão.”

 

Um excelente primeiro passo para estimular a conscientização ambiental em massa.

Previous post

Discurso do escritor Raduan Nassar na entrega do Prêmio Camões gera bate-boca com ministro

Next post

Francisca Van Dunem visita Angola como ministra de Portugal

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *