BrasilPaísesSociedade

A polémica aplicação “Lulu” está de volta

(Imagem: Reprodução onlulu)

 

Utilizada especialmente por mulheres, esta aplicação permitia que estas avaliassem anonimamente homens aos quais estavam ligadas no Facebook, através de hashtags, como por exemplo #simpático, #sabecozinhar ou #temsentidodehumor, fossem estes seus amigos, namorados ou amantes. As opiniões eram depois reunidas por um algoritmo que dava uma nota ao homem em questão, de 1 a 10. Em novembro de 2013, assim que ficou disponível, a aplicação foi um sucesso.

As mulheres gostaram muito do conceito, porém alguns homens ficaram descontentes por terem o seu perfil na aplicação sem o autorizarem. A empresa preparou-se antecipadamente para estas reclamações e permitiu que os homens retirassem os seus perfis.

Entretanto, por decisão da Justiça, o aplicativo ficou indisponível no Brasil em janeiro de 2014.

Devido ao grande sucesso do programa, a criadora do Lulu, Alexandra Chong, decidiu trazê-lo de volta embora com algumas modificações e mais funcionalidades. A primeira mudança é que agora os perfis deixam de estar ligados ao Facebook e passam a estar conectados a números de telemóvel.

Agora a ferramenta também permitirá que os homens entrem para verificarem as suas avaliações e a conversação através de chat.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.