MundoPolíticaSociedade

António Guterres reage às medidas de Donald Trump

Leya

 

No decorrer de uma conferência de imprensa realizada no dia 01 de Fevereiro do presente ano, o secretário-geral da ONU, António Guterres, disse que a medida de Trump em restringir a entrada de cidadãos muçulmanos nos EUA não é a melhor forma de proteger o país no que respeita às preocupações sérias que existem relativamente ao terrorismo.

 

Um dia antes destas declarações, Guterres garantia, através de um comunicado, que cada país tem o direito — e até a obrigação — de controlar de forma responsável as suas fronteiras, de modo a evitar a infiltração de membros de organizações terroristas, desde que as medidas aplicadas não tenham por base a religião, a etnia ou a raça.

 

Guterres expressou ainda preocupação pelo facto de cada vez mais as fronteiras estarem fechadas a quem precisa: “Os refugiados que fogem do conflito e da perseguição estão a encontrar cada vez mais as fronteiras fechadas e um acesso cada vez mais restrito à proteção de que precisam e que têm direito a receber, de acordo com o direito internacional dos refugiados”.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.