AngolaEconomiaPaíses

As novas apostas e perfis do turismo em Angola

(Imagem: Reprodução Blog Digo a Bordo)

Doze anos de estabilidade após o fim da guerra trazem cada vez mais, bons frutos a Angola. O crescimento do turismo é um deles: a pesca, o golfe e o turismo de natureza (safari) têm liderado esse processo e são apostas do governo para diversificar sua economia ainda muito focada no petróleo.

Hoje a paisagem do rio Kwanza, o maior de Angola, tem novos figurantes. Grandes e velozes barcos pesqueiros abarrotados de turistas estrangeiros em busca da pesca desportiva, dividem espaço com os tradicionais barcos de pesca de madeira e remo dos pescadores locais. De um lado, moradores que levam seus peixes para casa, do outro, turistas de vários cantos do mundo que ao anoitecer retornam aos seus eco-resorts.

É um contraste de realidades que aponta para grandes desafios e oportunidades para Angola. Dar continuidade ao crescente setor do turismo, incluindo as populações locais nesse progresso, receber bem os turistas, e tornar as estruturas também acessíveis aos nacionais, são alguns dos próximos capítulos desse promissor segmento.

O Jornal The Guardian realizou uma grande matéria sobre o assunto, repleta de exemplos e aspectos interessantes, a qual recomendamos.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.