PaísesPortugal

Benfica vence FC Porto e reforça liderança da Liga

(Imagem: Reprodução Jornal A Bola)

Disputou-se ontem no Estádio do Dragão, na cidade do Porto, mais um clássico que opôs FC Porto e Benfica. Os encarnados ganharam por 0-2 tendo reforçado ainda mais a sua liderança da Liga e alargado para 6 pontos a diferença pontual para os seus mais directos adversários, FC Porto e Guimarães.

O FC Porto não se apresentou a jogo com qualquer surpresa, quer na sua formação tática, quer no seu XI inicial constituído por Fabiano; Danilo, Martins Indi, Marcano e Alex Sandro, Casemiro, Herrera e Óliver; Tello, Brahimi e Jackson Martinez o capitão dos azuis e brancos e melhor marcador da Liga. Já Jorge Jesus surpreendeu ao apostar em Lima em detrimento de Jonas na titularidade do ataque encarnado, mas o avançado respondeu da melhor forma ao apontar os dois golos da partida. O restante XI que acompanhou o avançado brasileiro era formado por Júlio César; Maxi Pereira, Luisão (c), Jardel e André Almeida; Samaris, Salvio, Enzo Peréz; Gaitán e Talisca.

Os dragões entraram melhor na partida e, em abono da verdade foram melhores durante o jogo todo, mas a chave da vitória encarnada esteve na eficácia. Assim decorriam 36 minutos de jogo quando, após um lançamento lateral de Maxi Pereira na direita, Lima se antecipou a Danilo e desviou oportunamente a bola de Fabiano para pôr o Benfica na liderança do marcador.

O FC Porto tentou responder, mas a defesa do Benfica no geral, e Júlio César em particular, mostraram-se intransponíveis. Os comandados de Lopetegui voltaram do intervalo com vontade de dar novo rumo à partida, mas, mais uma vez, contra a corrente do jogo, e no primeiro ataque benfiquista, Fabiano defendeu um remate de Talisca e Lima estava na hora certa e no sítio certo para fazer a emenda para o seu segundo golo da noite. Balde de água fria no Dragão.

Até ao final da partida ainda deu tempo para Luisão se lesionar e já depois da sua saída do relvado (entrou César para o seu lugar), o FC Porto ainda enviou duas bolas à barra. O atual campeão teve sorte disso mesmo!

No final da partida, Juan Lopetegui, falou de um resultado enganador e afirmou ter a certeza de que o FC Porto seria campeão. Já Jorge Jesus, depois de ter ganho pela primeira vez para o campeonato naquele estádio, destacou o justo prémio à eficácia encarnada, a sua aposta em Lima e a (não) coincidência das últimas vitórias do Benfica naquele estádio, serem sempre pelo mesmo resultado, 0-2.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.