BrasilPortugalSociedade

Brasil e Portugal têm ato pelas vítimas de ataque homofóbico nos Estados Unidos

Leya

 

Centenas de pessoas participaram na noite desta quarta-feira (15 de junho) em Lisboa, Portugal, de um ato de solidariedade com as 49 vítimas do ataque homofóbico ocorrido em Orlando, nos Estados Unidos. A manifestação aconteceu na Praça da Figueira, região central da cidade, e foi marcada por revolta e tristeza.

 

– Sentimos como se fosse aqui – disse um dos jovens.

(Imagem: Lucas Rohan via  Sputnik News)
(Imagem: Lucas Rohan via Sputnik News)

Os jovens deixaram mensagens de protesto em cartazes contra a permissão de venda de armas nos Estados Unidos, contra a lgbtfobia e pelo fim do preconceito. Eles ouviram emocionados a apresentação de um coral e demonstraram sua tristeza ao depositar velas pelas vítimas.

(Imagem: Lucas Rohan via  Sputnik News)
(Imagem: Lucas Rohan via Sputnik News)

 


– Foi um crime contra a comunidade LGBTT – declarou ao repórter Lucas Rohan, da Mídia Ninja Paulo Corte-Real, vice-presidente da Associação ILGA (Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgênero) de Portugal. No próximo sábado (18 de junho) acontece em Lisboa a marcha anual do Orgulho LGBTT, que também deve ser marcada por protestos após o ataque de Orlando.

 

Em São Paulo, no Brasil, mais de 300 marcharam silenciosamente pela Avenida Paulista, do MASP até a Praça do Ciclista, segurando velas e carregando suas bandeiras e cartazes. Ao fim, a fumaça em arco íris tomou o céu e pintou a visão de todos.

(Imagem: Tuane Fernandes e Cintia Carvalho via  Mídia Ninja)
(Imagem: Tuane Fernandes e Cintia Carvalho via Mídia Ninja)
(Imagem: Tuane Fernandes e Cintia Carvalho via  Mídia Ninja)
(Imagem: Tuane Fernandes e Cintia Carvalho via Mídia Ninja)

– Por mais que nos matem, resistiremos! – entoaram, ao final, lembrando não somente o ataque, mas o fato de o Brasil ser o país que mais mata por motivação homofóbica no mundo.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.