AngolaBrasilCabo VerdeEconomiaGuiné-BissauMoçambiquePaísesPortugalSão Tomé e PríncipeTimor-Leste

Cabo Verde é o país lusófono com maior liberdade econômica

(Imagem: Divulgação Heritage Foundation)

Cabo Verde lidera entre os países lusófonos no Índice da Liberdade Econômica 2015 da Heritage Foundation. O arquipélago registrou a sua maior pontuação de liberdade econômica da história (66,4), superando a média mundial (60,4) e recebendo a classificação “moderadamente livre”, segundo os resultados do estudo disponibilizados no portal da organização.

A fundação que mede a liberdade econômica no mundo destacou os avanços de Cabo Verde na estabilidade monetária, direitos de propriedade, liberdade, corrupção e Estado de Direito.

Com esses resultados, Cabo Verde ficou na 60ª posição a nível mundial.  No ranking da lusofonia, Portugal é o segundo colocado (ocupa a 64º lugar geral), seguido por Brasil (118º), Moçambique (125º), São Tomé e Príncipe (136º), Guiné-Bissau (145º) e Angola(158º).

Timor-Leste no 167º lugar e Guiné Equatorial na 173ª posição da lista geral são os países de língua oficial portuguesa com menos liberdade econômica, segundo o relatório.

libECON960

O ranking do Heritage Foundation, que abarcou 178 países, é liderado por Hong Kong, seguido por Singapura, Nova Zelândia, Austrália e Suíça. O índice analisa o compromisso destes países com as dez liberdades econômicas, incluindo a liberdade de comércio, liberdade financeira, a gestão dos gastos do governo e nível de corrupção. A íntegra do estudo, publicado em inglês, pode ser acessada neste link.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.