Cabo VerdePaíses

Cabo-Verde estreou-se ontem na CAN com um empate frente à Tunísia

(Imagem: Reprodução Futebol.cv)

 

Deu empate o primeiro jogo da Seleção cabo-verdiana na Coup d’Afrique des Nations (CAN) deste ano, que se realiza na Guiné Equatorial.

O primeiro XI da equipa na competição foi constituído por Josimar Vozinha, na baliza; Storipa, Fernando Varela, Gegé e Carlitos na defesa; Nuno Rocha, Calú, Babando (c) e Héldon Ramos no meio-campo; Kuca e Djaniny no ataque.

A formação, orientada pelo técnico português Rui Águas, entrou muito bem no encontro e criou a primeira situação de golo logo no primeiro minuto de jogo, num cabeceamento de Fernando Varela que levou a bola ao poste esquerdo da baliza tunisina. Daí para a frente, as ocasiões claras de golo foram-se acumulando, mas a seleção cabo-verdiana nunca teve o sangue frio necessário para abrir o marcador, o que levou Rui Águas a queixar-se da falta de eficácia dos seus pupilos.

Como nisto do futebol quem não marca sofre, aos 69 minutos as ‘Águias de Cartago’ adiantaram-se no marcador através de Dali Moncer.

Os ‘Tubarões Azuis’ não se deixaram abater, procuraram o empate e foram felizes. Minuto 76, o árbitro assinalou grande penalidade a castigar uma falta (inexistente) de Ben Youssef sobre Héldon, que o próprio se encarregou de bater, assinando o empate e fechando as contas do encontro.

No fim da partida o avançado, que tem tido muito pouca utilização no Sporting Clube de Portugal, foi votado nas redes sociais como o melhor em campo. Com este golo, o seu 13º ao serviço do país, Héldon fez história ao tornar-se o melhor marcador de sempre da Seleção A, ultrapassando Caló Ichi. Babanco, médio que também joga em Portugal, no Estoril-Praia, atingiu um marco histórico ao conseguir a sua 50ª internacionalização, tornando-se assim o mais internacional de sempre com as cores da bandeira azul e branca e vermelha.

Este empate deixa a qualificação de ambas as equipas em aberto, até porque os restantes membros do grupo, a República Democrática do Congo (RD Congo) e a Zâmbia, também empataram a um entre si.

Os ‘Tubarões Azuis’ voltam a entrar em campo no dia 22 deste mês frente à RD Congo e concluem a fase de grupos dia 26 contra a Zâmbia. O objetivo assumido pela equipa para esta CAN é fazer melhor que há dois anos, quando atingiu os quartos-de-final da competição.

Para quem perdeu o jogo, pode ver em baixo o resumo com os melhores momentos da partida.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.